por 10:23 Sem categoria

ZECA DIRCEU DEFENDE POLÍTICA DE VALORIZAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO

O deputado federal Zeca Dirceu (PT) defendeu nesta quarta-feira (3) a implantação de uma política permanente de valorização do salário mínino nacional. “Vou fazer a defesa do reajuste, acima da inflação, do salário mínimo nacional. Farei isto junto à bancada do PT, com aliados no Congresso Nacional e com a própria presidenta Dilma Rousseff”, disse Zeca.

“É o poder de consumo dos brasileiros que tem feito o país crescer e gerar empregos. E o salário mínimo cumpre papel fundamental nesse sentido. Sei que a presidenta eleita defende a mesma tese e um acréscimo maior que o previsto para o salário mínimo em 2011”, completou Zeca Dirceu.

A projeção, sem maiores acréscimos deixa o mínimo nacional para 2011, na casa dos R$ 538,00 e a presidenta eleita já sinalizou que o piso pode chegar aos R$ 600,00.  “Nós, no Paraná, temos um bom exemplo de uma política bem sucedida do salário mínimo regional que, no Estado, varia entre R$ 663,00 e  765,00”, disse o deputado.

LEIA MAIS

Siga o blog no twitter

por 10:21 Sem categoria

ZECA DIRCEU DEFENDE POLÍTICA DE VALORIZAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO

ZECA DIRCEU DEFENDE POLÍTICA DE VALORIZAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO

O deputado federal Zeca Dirceu (PT) defendeu nesta quarta-feira (3) a implantação de uma política permanente de valorização do salário mínino nacional. “Vou fazer a defesa do reajuste, acima da inflação, do salário mínimo nacional. Farei isto junto à bancada do PT, com aliados no Congresso Nacional e com a própria presidenta Dilma Rousseff”, disse Zeca.

“É o poder de consumo dos brasileiros que tem feito o país crescer e gerar empregos. E o salário mínimo cumpre papel fundamental nesse sentido. Sei que a presidenta eleita defende a mesma tese e um acréscimo maior que o previsto para o salário mínimo em 2011”, completou Zeca Dirceu.

A projeção, sem maiores acréscimos deixa o mínimo nacional para 2011, na casa dos R$ 538,00 e a presidenta eleita já sinalizou que o piso pode chegar aos R$ 600,00.  “Nós, no Paraná, temos um bom exemplo de uma política bem sucedida do salário mínimo regional que, no Estado, varia entre R$ 663,00 e  765,00”, disse o deputado.

O piso paranaense é 50% maior do que o salário mínimo nacional, de R$ 510,00. Segundo o Dieese, o piso causa um impacto positivo de R$ 150 milhões mensais na economia estadual e serve como base também para os segmentos que não têm convenções coletivas de trabalho, influenciando direta e indiretamente 1,2 milhão de trabalhadores.

O mínimo regional foi criado em 2006 e aliado à outras políticas, é o grande responsável pelo bom desempenho da economia paranaense. Nos últimos sete anos e 10 meses, o Paraná gerou mais de 950 mil empregos.

“Se o Paraná hoje é recordista em geração de empregos, há forte participação do mínimo regional porque o dinheiro circulou no Paraná, deu poder de compra aos trabalhadores, e de venda e produção aos empresários”, disse Zeca Dirceu.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com