Arquivos

Categorias

O blog

Do alfabeto cuneiforme à Internet

No início o homem pintava na parede de uma caverna. Sabe-se lá por qual motivo, procurava comunicar o que via. Assim tem sido, do alfabeto cuneiforme aos hieróglifos, dos copistas à imprensa, do rádio à televisão, do telex à internet.

O que poucas vezes percebeu, o homem, é que a certa altura algum esperto tomou conta da caverna, a fim de impedir o acesso dos demais às paredes. Só o que ele via podia ser comunicado. Outro esperto alugou algumas paredes, outro comprou várias delas, outro dominou o processo de confecção das tintas. Juntos, passaram a comunicar somente o que eles julgavam ver.

O processo foi sempre esse — e voltamos ao alfabeto cuneiforme, aos hieróglifos, aos copistas, à imprensa, à televisão. Não à Internet: a rede é a parede limpa, na qual podemos usar todas as nossas tintas. O blog Boca Maldita trabalha com essa idéia. A idéia de que a livre informação é possível — e necessária.

Jornalismo não é uma ciência oculta destinada a somente “professores” e seus “discípulos” que passam a vida a receber o release pronto. Não é boca livre, coffee-break e café da manhã promovidos por empresários. Não é ter “amigos” nas mais comprometedoras picaretagens, não é vibrar com a vitória do candidato bonachão.

Não é construir piscina com um diploma engavetado, nem passar a vida no papel de puxa-saco. Jornalismo não é ter gráfica, duas dúzias de computadores ou tecnologia de ponta para propagar a desinformação;  previsão do tempo ou belas bundas na televisão. Não é matéria paga, colunismo social de gosto duvidoso, release, nqm e visita à redação.

Jornalismo, para nós do blog Boca Maldita, é uma idéia, a idéia que perseguimos diariamente.

O blog Boca Maldita é aberto a todos os jornalistas sem papas na língua, comprometimentos e cagaço. Entre em contato pelo e-mail contato@bocamaldita.com