por 11:25 Sem categoria

ZAKI AKEL É ELEITO NOVO REITOR DA UFPR

Com 57,97% dos votos válidos, a chapa formada por Zaki Akel e Rogério Mulinari (foto) venceu a disputa para os cargos de reitor e vice da Universidade Federal do Paraná (UFPR). A contagem dos votos terminou na madrugada de hoje.

A outra chapa, encabeçada por Cid Aimbiré, teve 42,03% dos votos. Akel, 50 anos, é formado em Administração e é o atual diretor do Setor de Ciências Sociais Aplicadas da UFPR. Entre 2001 e 2006 foi pró-reitor de Planejamento, Orçamento e Finanças da instituição. Confira os detalhes da votação clicando no

LEIA MAIS

Foto de Luciano Padilha

por 11:22 Sem categoria

ZAKI AKEL É ELEITO NOVO REITOR DA UFPR

ZAKI AKEL É ELEITO NOVO REITOR DA UFPR

Com 57,97% dos votos válidos, a chapa formada por Zaki Akel e Rogério Mulinari (foto) venceu a disputa para os cargos de reitor e vice da Universidade Federal do Paraná (UFPR). A contagem dos votos terminou na madrugada de hoje.

A outra chapa, encabeçada por Cid Aimbiré, teve 42,03% dos votos. Akel, 50 anos, é formado em Administração e é o atual diretor do Setor de Ciências Sociais Aplicadas da UFPR. Entre 2001 e 2006 foi pró-reitor de Planejamento, Orçamento e Finanças da instituição.

O no reitor propõe vestibular em duas fases; estabelecimento de um programa de bolsas de estudo integrais para alunos com risco de evasão; estabelecimento de uma política de cultura para a UFPR; ampliação das condições tecnológicas em todos os cursos de graduação e pós-graduação e o desenvolvimento de núcleos de gestão de pessoas nas unidades administrativas.

Já o vice-reitor eleito é o atual diretor do Setor de Ciências da Saúde. Mulinari, no entanto, só deverá assumir em 2010 – até lá o cargo deverá ser ocupado por Márcia Helena Mendonça, vice do ex-reitor Carlos Augusto Moreira Jr., exonerado para disputar a prefeitura de Curitiba pelo PMDB. Durante as eleições, os candidatos fizeram um acordo para seus vices deixarem o cargo em 2012, quando se encerra o mandato.

O resultado da eleição deve ser homologado pela comissão paritária de consulta em uma reunião na segunda-feira (15). Depois disso, o Conselho Universitário da universidade deve referendar a escolha, que será encaminhada ao Ministério da Educação (MEC) até o dia 30. A partir daí, a posse do novo reitor depende apenas da nomeação por parte do governo federal.

Fechar