por 13:17 Sem categoria

ROMANELLI DESTACA OS AVANÇOS OBTIDOS PELO SERVIDOR PÚBLICO

O líder do Governo na Assembléia Legislativa, deputado Luiz Cláudio Romanelli (PMDB), disse que os 6% de aumento aprovados nesta quarta-feira (6) aos salários dos servidores estaduais fazem parte dos avanços conquistados durante o Governo Requião. “Desde 2003, o governador Roberto Requião determinou uma série de ações e investimentos voltados ao funcionalismo público estadual porque considera os servidores o elo essencial na relação entre o Estado e o cidadão”, disse Romanelli. Leia mais aqui.

por 13:15 Sem categoria

ROMANELLI DESTACA OS AVANÇOS OBTIDOS PELO SERVIDOR PÚBLICO

ROMANELLI DESTACA OS AVANÇOS OBTIDOS PELO SERVIDOR PÚBLICO

O líder do Governo na Assembléia Legislativa, deputado Luiz Cláudio Romanelli (PMDB), disse que os 6% de aumento aprovados nesta quarta-feira (6) aos salários dos servidores estaduais fazem parte dos avanços conquistados durante o Governo Requião. “Desde 2003, o governador Roberto Requião determinou uma série de ações e investimentos voltados ao funcionalismo público estadual porque considera os servidores o elo essencial na relação entre o Estado e o cidadão”, disse Romanelli.

“Uma das grandes conquistas dos servidores estaduais é o estabelecimento da data-base que define os reajustes e aumentos salariais. Por lei proposta pelo governador Requião, maio é o mês em que o governo e os servidores, através dos sindicatos, estabelecem o porcentual de reajuste no ano e como ele deve ser pago”, completou Romanelli.

PROFESSORES – O deputado apontou que todas as categorias do funcionalismo estadual foram atendidas com aumentos salários, ascensão funcional, planos de carreiras e melhores condições de trabalho. “Os professores são os melhores exemplos. Os de educação básica tiveram aumento salarial, em média, de 33% em 2004, com a implantação do novo plano de carreira; de 17,04% em 2007, de 5% em maio de 2008 e de 10% em setembro de 2008 e agora, 6%”, disse.

“Já os professores de ensino superior aumento médio de 18,68% em 2005, alguns casos chegou a 32% com a reformulação da carreira, de 6,57% em 2007; de 5% em maio de 2008 e com o plano de carreira em setembro de 2008, os ganhos salariais subiram de 26% a 48%”, destacou.

POLICIAIS – Os salários de outros servidores do ensino superior – observou Romanelli – foram aumentados de 8% a 83% em 2006, 3,14% em 2007, 5% em 2008 e 6% agora em 2009. Já os servidores do quadro próprio, por sua vez, tiveram reajustes salariais de 25% a 88%, dependendo do cargo, em 2006, de 3,14% em 2007,  5% em 2008 e 6% em 2009.

Romanelli disse que os policiais civis e os policiais militares estão entre os mais bem pagos no país. O reajuste médio do policial civil ficou entre 35% e 49% em 2006, 4,82% em 2007, 5% em 2008 e 6% em 2009. Já os policiais militares tiveram reajustes de 9,12% a 57,59%, dependendo do posto, em 2006; de 4,82% em 2007, 5% em 2008 e 6% em 2009.

VALORIZAÇÃO – “Da merendeira ao professor, da auxiliar de serviços gerais ao médico, do motorista ao engenheiro, do técnico administrativo ao economista, enfim, todas as funções e cargos dos quadros de servidores são responsáveis pelo pleno funcionamento da máquina pública. São eles que fazem os serviços públicos chegarem ao povo”, disse Romanelli.

O Governo Requião – aponta o deputado – tem os recursos aplicados no funcionalismo público não como meras despesas ou “gastos públicos que devem ser cortados”. “Rompemos com a visão neoliberal que campeou os governos na década de 90 e ao promover e valorizar o funcionalismo, através dos concursos e de seguidos aumentos, resgatamos o papel do Estado no atendimento da população”.

Romanelli também destacou o diálogo “constante e franco” com os sindicatos das mais diversas categorias do funcionalismo. “O governo sabe que há questões a serem trabalhadas. Não se omite diante dos desafios, mas expõe as dificuldades e limitações de forma clara, transparente, aberta com os sindicatos. E, muitas vezes, tem construído com os próprios sindicatos as soluções esperadas”.

Box

Reajustes para servidores
estaduais entre 2003/2009

Magistério – Educação Básica
Aumento médio de 33% em 2004, com a implantação do novo plano de carreira
Reajuste de 17,04% em 2007
Reajuste de 5% em maio de 2008
Reajuste de 10% em setembro de 2008
Reajuste de 6% em 2009

Professores do Ensino Superior
Aumento médio de 18,68%, mas que alguns casos chegou a 32%, em 2005, com a reformulação na carreira
Reajuste de 6,57% em 2007
Reajuste de 5% em maio de 2008
Novo plano de carreira em setembro de 2008, que representou ganhos salariais de 26% a 48%
Reajuste de 6% em 2009

Demais servidores do Ensino Superior
Aumento de 8% a 83%, dependendo do cargo e função, com novo plano de carreira instituído em 2006
Reajuste de 3,14%, em 2007
Reajuste de 5% em 2008
Reajuste de 6% em 2009

Quadro Próprio do Poder Executivo
Aumento de 25% a 88%, dependendo do cargo, em 2006
Reajuste de 3,14%, em 2007
Reajuste de 5% em 2008
Reajuste de 6% em 2009

Policiais Civis
Aumento de, em média, 35% a 49%, dependendo do cargo e função, em 2006;
Reajuste de 4,82%, em 2007
Reajuste de 5% em 2008
Reajuste de 6% em 2009

Policiais Militares
Aumento de 9,12% a 57,59%, dependendo do posto, em 2006
Reajuste de 4,82%, em 2007
Reajuste de 5% em 2008
Reajuste de 6% em 2009

Peritos
Reajuste de 7,9% em 2007
Reajuste de 5% em 2008
Reajuste de 6% em 2009

Delegados
Reajuste de 46% em 2006
Reajuste de 3,14%, em 2007
Reajuste de 5% em 2008
Reajuste de 6% em 2009

Procuradores de Estado
Reajuste de 46% em 2006
Reajuste de 3,14% em 2007
Reajuste de 5% em 2008
Reajuste de 6% em 2009

Advogados
Reajuste de 30%, em 2007
Reajuste de 5% em 2008
Reajuste de 6% em 2009

Auditores fiscais
Reajuste de 7,09% em 2007
Reajuste de 5% em 2008
Reajuste de 6% em 2009

Quadros do Iapar e da Emater
Aumentos de até 88% em 2006, com a implantação de novo plano de carreira e ascensão profissional
Reajuste de 3,14% em 2007
Reajuste de 5% em 2008
Reajuste de 6% em 2009

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com