por 11:30 Sem categoria

O PREÇO DO VOTO NO PARANA

* Eleitos gastaram R$ 53,5 milhões

Por Luiz Fernando Cardoso, em O Diário de Maringá:

Deputados federais e estaduais eleitos no Paraná gastaram na campanha deste ano, juntos, R$ 53,5 milhões para se eleger. Divulgada no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a prestação de contas revela que os 54 eleitos para a Assembleia Legislativa tiveram despesa de R$ 20,5 milhões.

Considerando o total de votos obtidos por eles nas urnas, o apoio de cada eleitor custou em média R$ 7,21. O gasto por voto foi ainda maior entre os deputados federais eleitos.

Dos trinta representantes do Paraná na Câmara dos Deputados, 28 deles torraram 33 milhões na campanha, o que dá uma média de R$ 9,58 por voto – os dados dos deputados federais Alex Canziani (PTB) e Dr. Rosinha (PT) não estavam disponíveis até a noite de ontem.

As despesas da futura bancada paranaense na Câmara dos Deputados é equivalente à média nacional. Os 513 deputados federais eleitos gastaram uma média de R$ 9,72 por voto para se eleger, totalizando despesa de R$ 567 milhões na campanha. A campeã em gastos foi Teresa Jucá (PMDB-RR), que desembolsou R$ 243,83 por voto.

LEIA MAIS

Siga o blog no twitter

por 11:29 Sem categoria

O PREÇO DO VOTO NO PARANA

O PREÇO DO VOTO NO PARANA

Eleitos gastaram R$ 53,5 milhões

Por Luiz Fernando Cardoso, em O Diário de Maringá:

Deputados federais e estaduais eleitos no Paraná gastaram na campanha deste ano, juntos, R$ 53,5 milhões para se eleger. Divulgada no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a prestação de contas revela que os 54 eleitos para a Assembleia Legislativa tiveram despesa de R$ 20,5 milhões.

Considerando o total de votos obtidos por eles nas urnas, o apoio de cada eleitor custou em média R$ 7,21. O gasto por voto foi ainda maior entre os deputados federais eleitos.

Dos trinta representantes do Paraná na Câmara dos Deputados, 28 deles torraram 33 milhões na campanha, o que dá uma média de R$ 9,58 por voto – os dados dos deputados federais Alex Canziani (PTB) e Dr. Rosinha (PT) não estavam disponíveis até a noite de ontem.

As despesas da futura bancada paranaense na Câmara dos Deputados é equivalente à média nacional. Os 513 deputados federais eleitos gastaram uma média de R$ 9,72 por voto para se eleger, totalizando despesa de R$ 567 milhões na campanha. A campeã em gastos foi Teresa Jucá (PMDB-RR), que desembolsou R$ 243,83 por voto.

A lista dos votos mais caros da Câmara tem, em quinto lugar no País e em primeiro no Paraná, Edmar Arruda (PSC). Eleito com ajuda da legenda – em função da expressiva votação do colega de partido Ratinho Júnior – o empresário maringaense gastou R$ 49,94 em cada um de seus 61.309 votos, totalizando R$ 3.062.019,25.

De acordo com os valores informados à Justiça Eleitoral, 12 deputados da bancada paranaense gastaram mais de R$ 1 milhão para se eleger. Edmar ficou atrás apenas de Alfredo Kaefer (PSDB), que deixou na campanha R$ 4,2 milhões (R$ 41,12 por voto).

Outro que fez do poder econômico um forte aliado na conquista de votos foi Luiz Carlos Hauly (PSDB), o terceiro da lista. Candidato por Londrina, Hauly gastou R$ 2,4 milhões (R$ 21 por voto).

A outra representante de Maringá, Cida Borghetti (PP) precisou de bem menos para conquistar um lugar em Brasília: R$ 9,71 por voto, ou um total de 1,4 milhão.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com