por 17:19 Sem categoria

DOBRANDINO RELATA PROJETO DE PROMOÇÃO DE PRAÇAS DA PM

O deputado Dobrandino da Silva (PMDB) relata nesta quarta-feira, 09, na reunião da Comissão de Finanças da Assembléia Legislativa, Projeto de Lei encaminhado pelo governador Roberto Requião, que prevê um plano de promoções por tempo de serviço para os policiais militares. Para mais detalhes clique em Leia Mais

por 17:12 Sem categoria

DOBRANDINO RELATA PROJETO DE PROMOÇÃO DE PRAÇAS DA PM

DOBRANDINO RELATA PROJETO DE PROMOÇÃO DE PRAÇAS DA PM

O deputado Dobrandino da Silva (PMDB) relata nesta quarta-feira, 09, na reunião da Comissão de Finanças da Assembléia Legislativa, Projeto de Lei encaminhado pelo governador Roberto Requião, que prevê um plano de promoções por tempo de serviço para os policiais militares.

O plano de promoções destinado aos policiais militares é uma reivindicação antiga da classe e que conta com o apoio de Dobrandino junto ao Executivo. A Lei de Promoção de Praças apresentada pelo governador tem como base um antigo projeto idealizado pelo deputado, que muda a dinâmica de promoções na Polícia Militar e beneficia diretamente policiais com maior tempo de serviços prestados.

“Nossos objetivos são valorizar e a motivar os Praças da Polícia Militar do Paraná, garantindo a eles a ascensão na carreira mediante justa promoção, considerando o tempo de serviço prestado em prol do Estado e da segurança pública paranaense, além de incentivá-los a permanecer nos quadros da Corporação Por maior período”, explica o deputado.

Promoção – A Lei de Promoção de Praças irá dar aos soldados que contam, com no mínimo, 15 anos de serviço, o direito de concorrer a um concurso interno, que selecionará os candidatos que irão participar do Curso Especial de Formação de Cabos. As vagas serão delimitadas de acordo com a capacidade administrativa e orçamentária da Corporação.

Além do concurso, os candidatos deverão constar outros importantes requisitos: estar classificado no comportamento “ótimo”, não estar submetido ao Conselho de Disciplina ou Conselho de Justificação, não estar agregado ou licenciado para tratar de interesses pessoais, e não estar cumprindo ou respondendo a processo criminal comum ou militar.

Em tese, a proposta beneficiará, neste ano, 4.604 Soldados de Primeira Classe, desde que cumpridos os requisitos necessários à freqüência nos Cursos Especial de Formação de Cabos e à respectiva promoção.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com