por 11:26 Sem categoria

DOÁTICO SANTOS VAI DENUNCIAR AOS DEPUTADOS ‘PERSEGUIÇÃO E CERCEAMENTO DA LIBERDADE DE EXPRESSÃO’

O presidente do PMDB de Curitiba, Doático Santos, vai denunciar na próxima semana – na Comissão de Direitos Humanos da Câmara de Deputados, em Brasília – o que classifica de “cerceamento da liberdade de expressão” e “perseguição política” promovidos por grupos econômicos e políticos que tiveram seus interesses contrariados no Paraná.

“Respondo um sem número de processos motivados pelas opiniões que expresso e pelas denúncias que faço. O interessante é que as denúncias estão sendo apuradas, comprovadas, e ações continuam. Elas já levaram ao bloqueio das minhas contas e a uma sistemática perseguição por parte de grupos econômicos e políticos envolvidos numa ciranda de corrupção”, disse Doático Santos.

LEIA MAIS

por 11:25 Sem categoria

Doático Santos vai denunciar aos Deputados ‘perseguição e cerceamento da liberdade de expressão’

Doático Santos vai denunciar na Câmara de Deputados “perseguição e cerceamento da liberdade de expressão”

 O presidente do PMDB de Curitiba, Doático Santos, vai denunciar na próxima semana – na Comissão de Direitos Humanos da Câmara de Deputados, em Brasília – o que classifica de “cerceamento da liberdade de expressão” e “perseguição política” promovidos por grupos econômicos e políticos que tiveram seus interesses contrariados no Paraná.

“Respondo um sem número de processos motivados pelas opiniões que expresso e pelas denúncias que faço. O interessante é que as denúncias estão sendo apuradas, comprovadas, e ações continuam. Elas já levaram ao bloqueio das minhas contas e a uma sistemática perseguição por parte de grupos econômicos e políticos envolvidos numa ciranda de corrupção”, disse Doático Santos.

MESMO HORÁRIO – O peemedebista lembrou, por exemplo, que nesta quarta-feira (23) teve duas audiências marcadas para o mesmo horário – às 14h. Uma na 1ª Vara da Fazenda Pública em ação movida pelo prefeito de Curitiba, Beto Richa (PSDB). O prefeito não compareceu e audiência foi marcada para o dia 7 de abril de 2010.

Outra audiência, no mesmo horário, estava marcada no 3º Juizado Especial Criminal de Curitiba. A ação foi movida pelo cinegrafista Rogério José Fraiz Faço – que trabalhou na campanha do prefeito – e que foi flagrado filmando os eventos do PMDB durante a campanha eleitoral de 2006.

POLÍCIA FEDERAL – Na próxima terça-feira (29), às 9h, Doático Santos terá que comparecer na Polícia Federal para responder sobre um pedido de investigação movido pelo Ministério Público Federal, a pedido do juiz Edgar Lippman Júnior. “O interessante é que o Conselho Nacional de Justiça afastou esse juiz porque ele é acusado de ter recebido dinheiro dos donos de bingos no Paraná. E a minha denúncia é justamente essa: a suspeita do juiz de receber dinheiro ilícito da jogatina”.

Doático terá voltar aos juizados especial para responder por mais dois processos movidos por Euclides Scaldo e José Pepe Richa Filho. “São denúncias e opiniões que externo à opinião pública. Me sinto na obrigação de fazê-los. Até porque se não fizer isso, estou traindo a minha consciência e ao povo do Paraná que tem no PMDB o respaldo do partido que não tergiversa em denunciar a corrupção que assolou o Paraná entre 1994 e 2002”, disse Doático.

O bloqueio de contas, segundo Doático, foi determinado em ação do ex-governador Jaime Lerner. “Todas essas ações se configuram, no meu entender, em cerceamento da liberdade de expressão e de manifestação, além de perseguição política. Vou reunir tudo isso num dossiê e denunciar na Comissão de Direitos Humanos na Câmara dos Deputados. Na próxima semana vou convocar uma coletiva para esclarecer esses fatos para imprensa. Me sinto um perseguido político”, disse.

Fechar