CONVENÇÃO DO PMDB: TEMER 560 VOTOS. REQUIÃO 95

Terminou agora pouco a convenção nacional do PMDB. O resultado era o esperado por 11 a cada grupo de 10 peemedebistas. Deu a vitória do presidente Michel Temer por 560 votos, para ser vice da ex-ministra Dilma Rousseff (PT), contra 95 votos do ex-governador do Paraná Roberto Requião, para ser candidato à sucessão do presidente Lula (PT). O jornalista Antonio Pedreira recebeu quatro votos.

Dilma Rousseff falou logo após sair o resultado da convenção. Segundo ela, Temer sintetiza a força democrática do partido que ele ajudou a construir. "Ele sabe ouvir. E saber ouvir é muito importante. Como diz o presidente Lula, muitas vezes ouvir é melhor do que falar", disseEle sabe ouvir. E saber ouvir é muito importante. Como diz o presidente Lula, muitas vezes ouvir é melhor do que falar", disse.

Dilma também encheu a bola do senador e presidente do PMDB gaúcho, Pedro Simon. Já Temer, preferiu agradeceu aos pais. No total, 473 convencionais votaram, contabilizando 660 votos. O número de votos é maior que a quantidade de convencionais pelo fato de alguns políticos, como lideranças ou presidentes de diretórios estaduais, terem direito a votar mais de uma vez.

Clique AQUI para ler a cobertura minuto-a-minuto do Portal Terra:

0 Comments

  1. A CONTINUAR NESSE BATIDÃO, LOGO, LOGO VEREMOS ESSE BOBAIÃO DO REQUIÃO CONSEGUIR LEGENDA SÓ PARA SER CANDIDATO A VEREADOR POR BITURUNA, PELO pmdb E OLHA LÁ!

    ESTÃO COLOCANDO ESSA CAVALGADURA NO SEU DEVIDO LUGAR. ALIÁS, NEM TANTO, NO SEU DEVIDO LUGAR PORQUE O LUGAR CERTO PARA ELE SERIA NO MANICÔMIO ESTADUAL. LÁ SIM ELE ESTARIA BEM GUARDADO.

    TAÍ REQUEIJÃO, VOCÊ ENCHEU O SACO DE TODO O MUNDO, SOLTANDO FLATULÊNCIA E ARROGÂNCIA ENQUANTO ERA GOVERNADOR, AGORA…

    Ô REQUEIJÃO, VOCÊ CONHECE AQUELA VELHA FRASE: “REI MORTO, REI POSTO!”

    TÊ ENCHERGA, BOBAIÃO!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Câmara aprova projeto que exige fisioterapeuta em CTI em tempo integral

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira (4) o Projeto de Lei 1985/19, da deputada Margarete Coelho (PP-PI), que disciplina a permanência de fisioterapeutas em Centros de Terapia Intensiva (CTIs) adulto, pediátrico e neonatal. A matéria será enviada ao Senado.

Em seguida, a sessão da Câmara foi encerrada.

O texto foi aprovado na forma de um substitutivo da deputada Aline Sleutjes (PSL-PR), cujo relatório foi lido em Plenário pela deputada Maria Rosas (Republicanos-SP).

A única mudança no texto retira a quantidade mínima de profissionais, que era de um para cada dez leitos. Entretanto, continua a determinação de que a presença do fisioterapeuta deverá ser ininterrupta, nos turnos matutino, vespertino e noturno, perfazendo um total de 24 horas.

A disponibilidade em tempo integral para assistência aos pacientes internados nesses centros de terapia intensiva deverá ser durante o horário em que o fisioterapeuta estiver escalado para atuar nesses locais.

“Pelo grau de importância do fisioterapeuta para o restabelecimento das pessoas internadas, a presença constante desse profissional é essencial, pois ele reduz o número de dias de internação, ainda mais nessa época de Covid-19”, afirmou a autora da proposta.

Próximas votações
Os deputados voltam a se reunir em sessão deliberativa virtual na próxima terça-feira (9), às 13h55, com pauta a ser divulgada após reunião de líderes a ser realizada às 10h30 desta sexta-feira (5).

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Câmara dá prioridade para mãe chefe de família no auxílio emergencial

Texto vai agora para análise do Senado

A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (2) projeto de lei que dá prioridade de recebimento do auxílio emergencial às mães chefes de família, quando o pai também informa ser o responsável pelos dependentes. A matéria segue para análise do Senado. As informações são da Agência Brasil.

Pelo texto aprovado, caso haja conflito entre as informações prestadas pela mãe e pelo pai, a preferência de recebimento das duas cotas de R$ 600 será da mãe, ainda que sua autodeclaração na plataforma digital tenha ocorrido depois daquela feita pelo pai.

“Apenas 3,6% das famílias brasileiras tinham uma configuração com homem sem cônjuge e com filho, segundo o IBGE [Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística], e mais de 80% das crianças no Brasil têm como primeiro responsável uma mulher”, afirmou a relatora do projeto, deputada Professora Dorinha (DEM-TO).

O projeto determina que o homem com a guarda unilateral, ou que seja responsável, de fato, pela criação, poderá questionar as informações da mãe de seus filhos na mesma plataforma e receber uma das cotas de R$ 600 até que a situação seja esclarecida pelo órgão competente.

“O machismo que as mulheres já sofrem cotidianamente na nossa sociedade vemos novamente expresso quando maridos, que nunca se responsabilizaram pelo cuidado dos filhos, agora requerem o auxílio emergencial em nome da família. Trinta milhões de famílias brasileiras são chefiadas por mulheres e 56% são famílias pobres”, disse uma das autoras da proposta, a deputada Fernanda Melchiona (PSOL-RS). 

Após várias denúncias de mulheres que enfrentaram problemas para receber o benefício após uso indevido do CPF dos filhos pelos pais, o trecho que permitia o recebimento do valor em dobro foi vetado pelo presidente Jair Bolsonaro. No entanto, a proposta resgata a possibilidade de concessão do benefício aos pais, com a prioridade para a mãe chefe de família. 

“Muitas mulheres brasileiras de baixa renda enfrentam ainda a violência patrimonial perpetrada por homens sem escrúpulos que, indevidamente, utilizaram e utilizam os CPFs dos filhos menores, que são criados unicamente pelas mães, para acessarem o auxílio emergencial. Isso tem causado enormes prejuízos para essas batalhadoras, além de colocar em risco a sua segurança alimentar e a dos seus dependentes”, afirmou Professora Dorinha.

Duas cotas

O auxílio emergencial foi criado para amenizar os efeitos das medidas de distanciamento e isolamento social necessárias para o enfrentamento da rápida propagação da covid-19. A iniciativa destina o auxílio emergencial de R$ 1,2 mil para mães chefes de família pelo período de três meses.

O texto também determina que a Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência – Ligue 180 crie uma opção específica de atendimento para denúncias de violência e dano patrimonial para os casos em que a mulher tiver o auxílio emergencial subtraído, retido ou recebido indevidamente por outra pessoa.

No caso de pagamentos indevidos do benefício emergencial ou realizados em duplicidade por informações falsas, os responsáveis deverão ressarcir os valores recebidos indevidamente ao Poder Público.

*Texto alterado às 21h53 para corrigir os nomes das deputadas. 

CONVENÇÃO DO PMDB: TEMER 560 VOTOS. REQUIÃO 95

CONVENÇÃO DO PMDB: TEMER 560 VOTOS. REQUIÃO 95

Terminou agora pouco a convenção nacional do PMDB. O resultado era o esperado por 11 a cada grupo de 10 peemedebistas. Deu a vitória do presidente Michel Temer por 560 votos, para ser vice da ex-ministra Dilma Rousseff (PT), contra 95 votos do ex-governador do Paraná Roberto Requião, para ser candidato à sucessão do presidente Lula (PT). O jornalista Antonio Pedreira recebeu quatro votos.

Dilma Rousseff falou logo após sair o resultado da convenção. Segundo ela, Temer sintetiza a força democrática do partido que ele ajudou a construir. "Ele sabe ouvir. E saber ouvir é muito importante. Como diz o presidente Lula, muitas vezes ouvir é melhor do que falar", disseEle sabe ouvir. E saber ouvir é muito importante. Como diz o presidente Lula, muitas vezes ouvir é melhor do que falar", disse.

Dilma também encheu a bola do senador e presidente do PMDB gaúcho, Pedro Simon. Já Temer, preferiu agradeceu aos pais. No total, 473 convencionais votaram, contabilizando 660 votos. O número de votos é maior que a quantidade de convencionais pelo fato de alguns políticos, como lideranças ou presidentes de diretórios estaduais, terem direito a votar mais de uma vez.

Leia a seguir a cobertura minuto-a-minuto do Portal Terra:

17h03 Eleições 2010 – "(Michel) sintetiza a força democrática do partido que ele ajudou a construir. Ele sabe ouvir. E saber ouvir é muito importante. Como diz o presidente Lula, muitas vezes ouvir é melhor do que falar", disse Dilma

17h03 Eleições 2010 – Do púlpito da convenção do PMDB, a petista elogiou a escolha de Michel Temer para a sua vice, definindo-o "como portador da vocação democrática do PMDB".

17h02 Eleições 2010 – Dilma afagou mais o senador Pedro Simon, outra liderança da redemocratização, do que o ex-presidente José Sarney, prócer da Arena na ditadura militar, que recebeu um rápido elogio. Simon apoiou, no PMDB, a pré-candidatura de Roberto Requião.

17h02 Eleições 2010 – A petista citou um lema de Ulysses na campanha da anticandidatura, "Navegar é preciso", e atacou: "Foi a democracia que nos trouxe aqui… Nós vamos defendê-la com todo o coração dos nossos inimigos…" 

17h01 Eleições 2010 – Na celebração da aliança com o PMDB, que escolheu Michel Temer para a vice na chapa governista, a pré-candidata do PT à presidência, Dilma Rousseff, usou a memória do emedebista Ulysses Guimarães para desarmar os ataques do PSDB e defender a democracia no Brasil

16h42 Eleições 2010 – Ao todo, houve voto de 473 convencionais, contabilizando 660 votos. O número de votos é maior que a quantidade de convencionais pelo fato de alguns políticos, como lideranças ou presidentes de diretórios estaduais, terem direito a votar mais de uma vez.

16h40 Eleições 2010 – A convenção nacional do PMDB confirmou neste sábado (12), por 560 votos, Temer como o nome a ser apresentado para compor a chapa da petista Dilma Rousseff à presidência da República. O fim da votação foi anunciado pelo vice-presidente do PMDB, Valdir Raupp, às 15h06. 

16h39 Eleições 2010 – Agradecendo a Roberto Requião e Antônio Pedreira, que disputaram a indicação por uma candidatura própria do PMDB, o deputado relembrou dos pais e dos seis irmãos já falecidos e do orgulho que eles teriam por conta de sua indicação.

16h36 Eleições 2010 – Oficializado como candidato a vice-presidente na chapa da petista, Dilma Rousseff, o deputado Michel Temer agradeceu os 560 votos recebidos na convenção nacional peemedebista, em Brasília, e citando a igualdade entre homens e mulheres, estabelecida na Constituição Federal de 1988.

16h30 Para quem chegou agora – O PMDB realiza a convenção nacional do partido neste sábado (12), com a presença de Michel Temer, candidato à vice-presidência na chapa liderada por Dilma Rousseff, do PT, e outras lideranças da legenda.

16h28 Eleições 2010 – "Acho que até gostaria (que houvesse desfecho na apuração do caso) porque da minha ala, da ala que me apóia, oito ficaram fora (em prol de Dino). A ala que fazia oposição a mim ficou completa, ninguém saiu. (Dos meus) oito foram para o outro lado. Vou comprar gente do meu lado? Que coisa maluca", disse.

16h27 Eleições 2010 – A despeito das suspeitas de que delegados do PT podem ter sido subornados para retirar o apoio a Flávio Dino, Roseana explicou que perdeu oito votos na decisão que ratificou ontem o apoio do PT à sua reeleição, situação que comprovaria que não houve corrupção para que militantes mudassem de posição.

16h25 Eleições 2010 – A governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), disse neste sábado ser "natural" a decisão do PT de apoiar seu projeto à reeleição no governo maranhense.

16h04 Eleições 2010 – Ao chegar à convenção peemedebista, Temer afirmou que o governo Lula não teria tido todas as conquistas sociais e políticas adquiridas nos últimos sete anos e meio sem a participação da legenda, responsável pelo controle de sete ministérios.

16h02 Para quem chegou agora – O PMDB realiza a convenção nacional do partido neste sábado (12), com a presença de Michel Temer, candidato à vice-presidência na chapa liderada por Dilma Rousseff, do PT, e outras lideranças da legenda.

16h00 Eleições 2010 –  Roberto Requião ficou com 95 votos. Antônio Pedreira teve 4 votos, houve seis votos em branco e dois votos nulos.

15h56 Eleições 2010 – Com a confirmação do nome do parlamentar presidente da Câmara, ficam derrotadas as candidaturas independentes do ex-governador do Paraná, Roberto Requião, e do jornalista Antônio Pedreira.

15h53 Para quem chegou agora – O PMDB realiza a convenção nacional do partido neste sábado (12), com a presença de Michel Temer, candidato à vice-presidência na chapa liderada por Dilma Rousseff, do PT, e outras lideranças da legenda.

15h53 Eleições 2010 – Ao todo, houve 473 convencionais contabilizando 660 votos. O número de votos é maior que a quantidade de convencionais pelo fato de alguns políticos, como lideranças ou presidentes de diretórios estaduais, terem direito a votar mais de uma vez. 

15h51 Eleições 2010 – A convenção nacional do PMDB confirmou neste sábado (12), por 560 votos, o nome do presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer (PMDB-SP), como nome a ser apresentado para compor a chapa da petista Dilma Rousseff à presidência da República

15h18 Eleições 2010 – O presidente nacional da Juventude do PMDB, Gabriel Souza, apresentou durante a Convenção Nacional uma moção que propõe a criação, em todo o território nacional, das secretarias dos núcleos de apoio

15h17 Eleições 2010 – Após a pausa para o almoço, os convencionais voltaram ao evento

13h37 Para quem chegou agora – O PMDB realiza a convenção nacional do partido neste sábado (12), com a presença de Michel Temer, candidato à vice-presidência na chapa liderada por Dilma Rousseff, do PT, e outras lideranças da legenda

13h26 Eleições 2010 – Os governadores do Paraná e Tocantins, Orlando Pessuti e Carlos Alberto Gaguim, respectivamente, também participam da convenção

13h24 Eleições 2010 – “O Amazonas vem conquistando uma vida melhor para seus filhos que lá vivem, sem dúvida isso se deve à articulação do PMDB que ajuda o Amazonas e o Brasil com os programas do atual governo federal”, afirmou Braga

13h23 Eleições 2010 – O ex-governador do Amazonas Eduardo Braga apoiou a candidatura de Michel Temer à vice-presidência da República

13h22 Eleições 2010 – “O nosso partido tem o orgulho de dizer que foi a força que construiu e reconstruiu a democracia, sendo o único partido que sobrevive na sua integralidade, preservando os mesmos princípios que teve ao resistir na ditadura militar”, afirmou Maranhão

13h21 Eleições 2010 – O governador da Paraíba, José Maranhão, fez coro com os colegas de partido e disse que o PMDB é importante na história política

13h10 Para quem chegou agora – O PMDB realiza a convenção nacional do partido neste sábado (12), com a presença de Michel Temer, candidato à vice-presidência na chapa liderada por Dilma Rousseff, do PT, e outras lideranças da legenda

12h55 Eleições 2010 – "Este é um momento marcante para o País, e com um gesto de maturidade, de união, o partido se une na chapa com o PT para governar o país. O trabalho feito por Temer na presidência do partido", disse Filippelli

12h54 Eleições 2010 – Na avaliação do deputado Tadeu Filippelli, candidato a vice-governador do Distrito Federal, a unidade em prol de Michel Temer é a concretização de um momento histórico

12h45 Eleições 2010 – "É a primeira vez que vamos ter uma mulher presidente da República e o PMDB ajuda na construção dessa história", completou, ressaltando a candidatura de Dilma
 

12h42 Eleições 2010 – "Fomos peça-chave no governo Lula e seremos peça-chave na construção do governo da ministra Dilma. Estamos participando dessa aliança não com as mãos vazias. Estamos participando com a estabilidade que demos ao presidente Lula e com as ideias que vamos apresentar", disse Sarney

12h41 Eleições 2010 – José Sarney subiu ao palanque da convenção e disse que o PMDB será uma peça fundamental no governo de Dilma Rousseff

12h26 Para quem chegou agora – O PMDB realiza a convenção nacional do partido neste sábado (12), com a presença de Michel Temer, candidato à vice-presidência na chapa liderada por Dilma Rousseff, do PT, e outras lideranças da legenda

12h25 Eleições 2010 – Rebatendo os candidatos independentes do partido, que defendem que o PMDB tenha nome próprio à presidência da República, Michel Temer disse que a legenda irá, ao lado de Dilma, ajudar a governar o Brasil

12h21 Eleições 2010 – "Hoje caminhamos para uma nova empreitada eleitoral. O PMDB não está fazendo ajuntamento de pessoas. O PMDB está fazendo ajuntamento de idéias. Sem o PMDB não haveria as várias conquistas que o Brasil conhece. O PMDB não está chegando depois. Está chegando antes", afirmou Temer

12h20 Eleições 2010 – Ao discursar na convenção nacional da legenda, em Brasília, Temer relembrou o histórico de luta de enfrentamento da ditadura e disse que, ao se aliar no projeto de eleição da ex-ministra da Casa Civil, o PMDB não está buscando ser “coadjuvante”, e sim “protagonista principal” no pleito de outubro

12h19 Eleições 2010 – Michel Temer também compareceu ao evento

12h09 Eleições 2010 –  Michel Temer (PMDB) é o candidato à vice-presidência, ao lado de Dilma Rousseff (PT) – candidata à Presidência da República

12h07 Eleições 2010 – "Minha candidatura é um protesto contra como se desenvolveu o processo (de escolha da candidatura governista). Lula empurrou goela abaixo sua candidata. Por isso a revolta. Não podemos ficar longe desse processo político. A nós restou a vice, melhor que nada, mas o PMDB tem capacidade", disse

12h06 Eleições 2010 – Durante o discurso, Pedreira disse que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva "empurrou goela abaixo" o nome da ex-ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, como nome da base aliada à chefia do Poder Executivo

12h03 Eleições 2010 – "Anseamos pelo dia em que o PMDB terá candidato próprio, porque o PMDB tem capacidade para isso. Não podemos ficar fora deste processo, seja como presidente da república, seja como vice-presidente", afirmou Pedreira

12h03 Eleições 2010 – Ele iniciou dizendo que o partido tem importância nacional

12h02 Eleições 2010 – Antônio Pedreira, que também concorre a candidatura à presidência, discursou logo após Requião na convenção

11h45 Para quem chegou agora – O PMDB realiza a convenção nacional do partido neste sábado (12), com a presença de Michel Temer, candidato à vice-presidência na chapa liderada por Dilma Rousseff, do PT, e outras lideranças da legenda

11h30 Eleições 2010 – Além disso, ele ressaltou a importância da convenção para que os participantes exerçam a democracia

11h29 Eleições 2010 – "Precisamos questionar se somos uma nação para os nossos ou um país para os outros. Nossa nação se consolidou com o sangue do nosso povo, devemos sempre nos lembrar disso", afirmou

11h28 Eleições 2010 – Ele destacou a importância do partido continuar lutando pela democracia e contra os problemas estruturais que ainda afligem o País

11h27 Eleições 2010 – O ex-governador do Paraná Roberto Requião afirmou seus argumentos para se candidatar à Presidência da República pelo PMDB

11h13 Para quem chegou agora – O PMDB realiza a convenção nacional do partido neste sábado (12), com a presença de Michel Temer, candidato à vice-presidência na chapa liderada por Dilma Rousseff, do PT, e de outras lideranças da legenda

11h10 Eleições 2010 – Os trabalhos para a redação do Programa iniciaram em abril de 2009

11h09 Eleições 2010 – "O Programa de Governo não diz respeito somente a esta eleição, mas a de 2012, de 2014, 2016. É uma resposta objetiva de como o PMDB pretende conduzir os seus governos municipais, estaduais e nacional", afirmou Padilha.

11h09 Eleições 2010 – O deputado Eliseu Padilha disse durante a convenção que os militantes poderão enviar sugestões para o Programa de Governo do PMDB

11h01 Eleições 2010 – "No segundo turno, estaremos prontos para aderir à candidatura da ex-ministra Dilma, que é um excelente nome para o país", disse

11h01 Eleições 2010 – O senador afirmou que a candidatura independente do ex-governador Roberto Requião é uma candidatura que pode garantir o fortalecimento do partido

11h00 Eleições 2010 – "Temos uma eleição em dois turnos, que é aquela em que os grande partidos apresentam suas teses na primeira fase do período eleitoral. Porque o maior partido, o que tem mais história e tradição, maior número de deputados federais, senadores, governadores, vereadores e filiados e teve 6 milhões de votos na última eleição, não pode ter um candidato próprio?", questionou

11h00 Eleições 2010 – Como vem fazendo durante a pré-campanha dos partidos, Simon disse que o PMDB deveria ter um candidato à presidência

10h58 Eleições 2010 – "Temos democracia, temos liberdade por causa do MDB, de Tancredo, Ulysses Guimarães e Teotônio Vilela. Na hora da luta só tinha uma legenda para defender o País, era o MDB", disse

10h57 Eleições 2010 – Simon também relembrou Tancredo Neves, Ulysses Guimarães e Teotônio Vilela, que fizeram parte da história do partido

10h56 Eleições 2010 – "Brigamos pelo fim do controle da imprensa e pela democratização do Brasil. Mudamos, resistimos, ganhamos e elegemos Tancredo Neves à Presidência da República”, afirmou Simon

10h55 Eleições 2010 – O senador Pedro Simon, do Rio Grande do Sul, também discursou na convenção e relembrou o MDB, partido que deu origem ao PMDB

10h30 Para quem chegou agora – O PMDB realiza a convenção nacional do partido neste sábado (12), com a presença de Michel Temer, candidato à vice-presidência na chapa liderada por Dilma Rousseff, do PT, e de outras lideranças da legenda

10h28 Eleições 2010 – Também estão presentes representantes de Alagoas, Goiás, Distrito Federal, Minas Gerais, São Paulo, Paraná e Mato Grosso do Sul

10h28 Eleições 2010 – "O partido que representa a maioria dos trabalhadores do país e que poderá fazer as grandes mudanças que os trabalhadores tanto anseiam", afirmou Lavine

10h27 Eleições 2010 – Magno Lavine, presidente do PMDB Sindical da Bahia, disse que pela primeira vez o partido representa um grau de unidade

10h25 Eleições 2010 – Santos também defendeu a extinção do fator previdenciário

10h23 Eleições 2010 – Maradona, como é conhecido o presidente, defendeu o reajuste de 7,7% para os aposentados, aprovado em maio no Congresso Nacional, em seu discurso

10h21 Eleições 2010 – O presidente nacional do PMDB Sindical, Washington Santos, está presente na convenção nacional, acompanhado de participantes do núcleo

10h19 Para quem chegou agora – O PMDB realiza a convenção nacional do partido neste sábado (12), com a presença de Michel Temer, candidato à vice-presidência na chapa liderada por Dilma Rousseff, do PT

10h19 Eleições 2010 – Teixeira também falou sobre a presidência de Sarney, nos anos 80. "Ele conciliou o guerrilheiro que lutava contra a ditadura com as alas conservadoras. Foi o trabalho desenvolvido por ele que avanços como o vale-transporte se tornou realidade”, disse

10h17 Eleições 2010 – “Todos os que contribuíram com este documento têm grande experiência administrativa. Estamos trilhando os caminhos percorridos por nossos antecessores”, afirmou o ex-ministro

10h16 Eleições 2010 – Para Teixeira, o programa tem como base os ensinamentos deixados por políticos históricos como Tancredo Neves e José Sarney

10h14 Eleições 2010 – Em pronunciamento, o ex-ministro do Planejamento do governo Sarney, Aníbal Teixeira, destacou os principais pontos do programa governamental elaborado pelo PMDB

10h04 Eleições 2010 – A primeira indica o nome de Michel Temer como candidato à vice, na chapa encabeçada pelo PT, com a ex-ministra Dilma Rousseff. Ao optar pela Chapa PT-PMDB, os convencionais delegarão à Executiva Nacional decidir sobre as coligações

10h03 Eleições 2010 – De acordo com João Henrique de Almeida Souza, secretário-executivo da Fundação Ulysses Guimarães, os convencionais ao votarem vão encontrar duas cédulas de votação

09h40 Para quem chegou agora – O PMDB realiza a convenção nacional do partido neste sábado (12), com a presença de Michel Temer, candidato à vice-presidência na chapa liderada por Dilma Rousseff, do PT

09h26 Eleições 2010 – Além disso, os convencionais poderão optar pelas candidaturas à Presidência da República de Roberto Requião, ex-governador do Paraná, e de Antônio Pedreira

09h25 Eleições 2010 – Na pauta da convenção, será confirmada a candidatura de Michel Temer à vice-presidência na chapa com Dilma Rousseff do PT

09h19 Eleições 2010 – Valdir Raupp, senador e vice-presidente do PMDB, acaba de abrir os trabalhos na Convenção Nacional do PMDB, em Brasília

Fonte: http://noticiasaovivo.terra.com.br/noticias/noticias/371-br/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Câmara aprova projeto que exige fisioterapeuta em CTI em tempo integral

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira (4) o Projeto de Lei 1985/19, da deputada Margarete Coelho (PP-PI), que disciplina a permanência de fisioterapeutas em Centros de Terapia Intensiva (CTIs) adulto, pediátrico e neonatal. A matéria será enviada ao Senado.

Em seguida, a sessão da Câmara foi encerrada.

O texto foi aprovado na forma de um substitutivo da deputada Aline Sleutjes (PSL-PR), cujo relatório foi lido em Plenário pela deputada Maria Rosas (Republicanos-SP).

A única mudança no texto retira a quantidade mínima de profissionais, que era de um para cada dez leitos. Entretanto, continua a determinação de que a presença do fisioterapeuta deverá ser ininterrupta, nos turnos matutino, vespertino e noturno, perfazendo um total de 24 horas.

A disponibilidade em tempo integral para assistência aos pacientes internados nesses centros de terapia intensiva deverá ser durante o horário em que o fisioterapeuta estiver escalado para atuar nesses locais.

“Pelo grau de importância do fisioterapeuta para o restabelecimento das pessoas internadas, a presença constante desse profissional é essencial, pois ele reduz o número de dias de internação, ainda mais nessa época de Covid-19”, afirmou a autora da proposta.

Próximas votações
Os deputados voltam a se reunir em sessão deliberativa virtual na próxima terça-feira (9), às 13h55, com pauta a ser divulgada após reunião de líderes a ser realizada às 10h30 desta sexta-feira (5).

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Câmara dá prioridade para mãe chefe de família no auxílio emergencial

Texto vai agora para análise do Senado

A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (2) projeto de lei que dá prioridade de recebimento do auxílio emergencial às mães chefes de família, quando o pai também informa ser o responsável pelos dependentes. A matéria segue para análise do Senado. As informações são da Agência Brasil.

Pelo texto aprovado, caso haja conflito entre as informações prestadas pela mãe e pelo pai, a preferência de recebimento das duas cotas de R$ 600 será da mãe, ainda que sua autodeclaração na plataforma digital tenha ocorrido depois daquela feita pelo pai.

“Apenas 3,6% das famílias brasileiras tinham uma configuração com homem sem cônjuge e com filho, segundo o IBGE [Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística], e mais de 80% das crianças no Brasil têm como primeiro responsável uma mulher”, afirmou a relatora do projeto, deputada Professora Dorinha (DEM-TO).

O projeto determina que o homem com a guarda unilateral, ou que seja responsável, de fato, pela criação, poderá questionar as informações da mãe de seus filhos na mesma plataforma e receber uma das cotas de R$ 600 até que a situação seja esclarecida pelo órgão competente.

“O machismo que as mulheres já sofrem cotidianamente na nossa sociedade vemos novamente expresso quando maridos, que nunca se responsabilizaram pelo cuidado dos filhos, agora requerem o auxílio emergencial em nome da família. Trinta milhões de famílias brasileiras são chefiadas por mulheres e 56% são famílias pobres”, disse uma das autoras da proposta, a deputada Fernanda Melchiona (PSOL-RS). 

Após várias denúncias de mulheres que enfrentaram problemas para receber o benefício após uso indevido do CPF dos filhos pelos pais, o trecho que permitia o recebimento do valor em dobro foi vetado pelo presidente Jair Bolsonaro. No entanto, a proposta resgata a possibilidade de concessão do benefício aos pais, com a prioridade para a mãe chefe de família. 

“Muitas mulheres brasileiras de baixa renda enfrentam ainda a violência patrimonial perpetrada por homens sem escrúpulos que, indevidamente, utilizaram e utilizam os CPFs dos filhos menores, que são criados unicamente pelas mães, para acessarem o auxílio emergencial. Isso tem causado enormes prejuízos para essas batalhadoras, além de colocar em risco a sua segurança alimentar e a dos seus dependentes”, afirmou Professora Dorinha.

Duas cotas

O auxílio emergencial foi criado para amenizar os efeitos das medidas de distanciamento e isolamento social necessárias para o enfrentamento da rápida propagação da covid-19. A iniciativa destina o auxílio emergencial de R$ 1,2 mil para mães chefes de família pelo período de três meses.

O texto também determina que a Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência – Ligue 180 crie uma opção específica de atendimento para denúncias de violência e dano patrimonial para os casos em que a mulher tiver o auxílio emergencial subtraído, retido ou recebido indevidamente por outra pessoa.

No caso de pagamentos indevidos do benefício emergencial ou realizados em duplicidade por informações falsas, os responsáveis deverão ressarcir os valores recebidos indevidamente ao Poder Público.

*Texto alterado às 21h53 para corrigir os nomes das deputadas.