por 16:53 Sem categoria

CARTA ABERTA DO MOVIMENTO PASSE LIVRE À POPULAÇÃO DE CURITIBA E REGIÃO METROPOLITANA

O Movimento Passe Livre vem através do "Memorial das Vítimas do Transporte Coletivo" imortalizar as usuárias e usuários dos ônibus, mortos nesses últimos dois anos e denunciar a precariedade do transporte coletivo na cidade de Curitiba. Relembramos ainda a luta por um transporte verdadeiramente público e de qualidade a fim de garantir o livre acesso à cidade e o direito de ir e vir de todas as pessoas.

Há poucos dias mais um acidente fatal por atropelamento ocorreu na praça Tiradentes tendo como resultado três mortes envolvendo o ônibus ligeirinho Colombo/CIC. Segundo dados de uma pesquisa feita pela Gazeta do Povo (Jun/2010), em menos de um ano e meio temos a soma de mais de quinhentos acidentes de trânsito causados pelo transporte coletivo de Curitiba.

LEIA MAIS

por 16:52 Sem categoria

CARTA ABERTA DO MOVIMENTO PASSE LIVRE À POPULAÇÃO DE CURITIBA E REGIÃO METROPOLITANA

CARTA ABERTA DO MOVIMENTO PASSE LIVRE À POPULAÇÃO DE CURITIBA E REGIÃO METROPOLITANA

O Movimento Passe Livre vem através do "Memorial das Vítimas do Transporte Coletivo" imortalizar as usuárias e usuários dos ônibus, mortos nesses últimos dois anos e denunciar a precariedade do transporte coletivo na cidade de Curitiba. Relembramos ainda a luta por um transporte verdadeiramente público e de qualidade a fim de garantir o livre acesso à cidade e o direito de ir e vir de todas as pessoas.

Há poucos dias mais um acidente fatal por atropelamento ocorreu na praça Tiradentes tendo como resultado três mortes envolvendo o ônibus ligeirinho Colombo/CIC. Segundo dados de uma pesquisa feita pela Gazeta do Povo (Jun/2010), em menos de um ano e meio temos a soma de mais de quinhentos acidentes de trânsito causados pelo transporte coletivo de Curitiba.

Não podemos esquecer que no ano de 2009 Cleunice Gouveia, usuária do ônibus, foi vítima fatal desse descaso das empresas. Quando ao tomar o ônibus lotado a porta traseira, onde estava encostada, abriu e de maneira brutal Cleunice foi atropelada pelo rodado do mesmo ônibus.

Esses acontecimentos não tem sido obra do acaso, mas da ausência de investimento no setor de transporte coletivo. O que temos assistido nada mais é do que a falta de consideração das empresas de ônibus com o usuário. Pois dessa maneira, os empresários junto à prefeitura e URBS, colocam o lucro acima da vida.

Todas nós vivenciamos dia a dia os grandes problemas enfrentados pelas usuárias do transporte coletivo da cidade de Curitiba: ônibus lotados, filas gigantescas e uma grande quantidade de horas perdidas nos percursos fazem parte das nossas vidas há muito tempo; e diversos políticos já prometeram e anunciaram medidas para acabar com essa dura realidade vivida pela população.

Aqui denunciamos a mafiosa bancada da câmara dos vereadores que tem suas campanhas pagas pelos empresários do transporte coletivo com dinheiro da tarifa. Dinheiro esse, que deveria servir à melhoria das condições do transporte coletivo na cidade.

Infelizmente a licitação do transporte coletivo que deveria ter a participação da população usuária, através de uma consulta popular, tem se mostrado uma negociata entre o cartel do transporte coletivo e a prefeitura de Curitiba, onde a população perderá tanto em qualidade dos ônibus quanto nos abusivos preços da tarifa que nunca são esclarecidos.Uma verdadeira vergonha!

É necessária uma cidade onde o acesso seja verdadeiramente universal. Deficientes, pedestres, ciclistas e usuários do transporte coletivo devem ter, nesta ordem, prioridade no tratamento em relação aos carros. Só assim alcaçaremos uma cidade verdadeiramente digna e social.

Curitiba, 13 de Junho de 2010.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com