por 11:30 Sem categoria

CACIQUES FAJUTOS E FALSO COVEIRO

Este é o título do artigo do jornalista Guilhobel Camargo, publicado nesta terça-feira (29) no site www.gazetadenovo.com. Guilhobel faz uma análise muito particular sobre os quatro caciques da oposição ao governador Roberto Requião (PMDB), que fizeram uma reunião na segunda-feira (28), para ver de que forma vão impedir que PT e PMDB façam a maioria dos prefeitos no Paraná em 5 de outubro, como vem ocorrendo nas últimas eleições.

"Osmar Dias, mais uma vez tenta fazer do PSDB do Paraná seu partido, pois dá as ordens dentro da Executiva tucana e até parece que está conseguindo gerenciar a turma do Beto, via Rossoni", escreveu Guilhobel. Para ver a íntegra do artigo basta clicar em Reportagens.

por 11:13 Sem categoria

CACIQUES FAJUTOS E FALSO COVEIRO

CACIQUES FAJUTOS E FALSO COVEIRO
 
A outra Gazeta, orquestrada por “3 caciques” que não têm grandes representações no Estado e mais um “cacique do PSDB“ que não tem procuração geral, informa que as oposições se unem para ganhar as eleições de 2008.

Segundo a outra Gazeta e o site do PPS, os caciques são:

Rubens Bueno (PPS) que não tem mandato há 18 anos, e em cada eleição perde mais votos porque entra no jogo só negociando para emplacar sua trupe (2 ou 3), como fez em 2002 indicando o secretário de Obras e o presidente da Compagas. Foi, junto com o PP, o partido que mais perdeu prefeitos no Paraná (foram 11 dos 33 eleitos em 2004). O Bueno, do voto limpinho, chega até a ser um engraçadinho sem cacife. Veja o que disse: "Temos de sepultar a era Requião e evitar que o Estado caia nas mãos do PT".

Bueno, 1ª pergunta: Tens cacife para enterrar Requião?;

Bueno, 2ª pergunta: Tens cacife para evitar que o Estado caia nas mãos do PT?

Como não tens cacife, faça como faz o jogador que não tem dinheiro para sentar na mesa: só fique peruando.

Deputado Abelardo Lupion (DEM), apesar de presidente dos DEMO no Paraná não tem liderança nenhuma. pois os DEMO no Paraná são a 5ª expressão política. A união de Lupion neste grupo representa os mesmos interesses da bancada ruralista (políticos que enriqueceram comprando fazendas, usando quase sempre a força do mandato) que se soma ao senador trifazendeiro Osmar Fernandes Dias, a Ronaldo Caiado e outros.

Valdir Rossoni (PSDB), presidente dos tucanos que sabe que é teleguiado pelos interesses do Beto Richa. Também tem consciência que, por ter preterido o senador Alvaro Dias como candidato de seu partido para o Governo do Estado em 2006 – escolhendo o trifazendeiro Osmar Dias do PDT -, pouco poderá esperar de um perdão futuro do senador tucano. Vai continuar agindo contra o propósito de Alvaro ser governador, não porque ele acredita que o Beto tenha chances de ser governador em 2010, mas somente porque, agora, não pode mais parar de atacar o Alvaro e continuar conspirando contra, pois, pela lei do Karma, o Alvaro não terá “carma” (calma)  com ele.

Osmar Dias é presidente do PDT, que é um partido que só não acabou depois da morte de Leonel Brizola porque o presidente nacional (Lupi) se pendurou no PT e é ministro do Trabalho do Lula. Quanto ao senador trifazendeiro, Osmar Dias, mais uma vez tenta fazer do PSDB do Paraná seu partido, pois dá as ordens dentro da Executiva tucana e até parece que está conseguindo gerenciar a turma do Beto, via Rossoni. Ninguém mais vai votar nele depois do que aconteceu em  2006. Osmar demonstrou ser truculento, pouco simpático, conspirador em partido alheio, ditatorial dentro do partido – exigindo fidelidade partidária dos prefeitos e não seguindo o exemplo quando apoiou o Alckmin, do PSDB, para presidente, em detrimento do senador Cristovam Buarque do seu PDT. E tem a grande preocupação do senador, que deve estourar antes de 2010: é a denúncia sobre a inexplicável compra da fazenda milionária em Formoso do Araguaia, que está sendo investigada na PGR, processo 8530/2006-44, pelo procurador-geral da República, Antonio Fernando Barros e Silva de Souza.

Como diz a manchete da matéria, são Caciques fajutos e falso coveiro. No final do dia de ontem, o PPS veiculou notícia em seu site, informando o que foi decidido na reunião dos “4 caciques”.

Consideraram que “chegaram ao um bom termo em pelo menos 39 dos municípios avaliados”. Noticiaram também que o presidente do PDT, o senador trifazendeiro Osmar Dias, adiantou que as discussões podem incluir ainda o PP, o PTB e o PSB. “Não estamos fechados para ninguém”, disse. Ele é um senador muito aberto mesmo, só pensa na abertura de mais pasto para seu gado no Tocantins, naturalmente vendendo madeira.

O presidente do DEMos, deputado fazendeiro Abelardo Lupion, também deixou claro que a candidatura do deputado Osmar Bertoldi vai ser mantida até que o quadro esteja mais definido.

E o presidente do PSDB, deputado Valdir Rossoni, disse que seu partido vai “trabalhar até o último dia” para atrair o PPS. É a chamada “atração fatal”.

E como esse pessoal (os 4 caciques) são despreendidos (!!!) das coisas materiais em proveito próprio e só pensam no bem estar (!!!) do povo, terminaram a reunião confirmando que “Os quatro partidos concordam que a coalizão só vingará de fato em torno de propostas e de projetos que possam melhorar as administrações municipais”.

Guilhobel Aurélio Camarg

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com