por 08:26 Sem categoria

APROVAÇÃO A LULA BATE RECORDE, COM 72%

Ao entrar no último ano do segundo mandato, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva alcança o mais alto patamar de popularidade desde a posse em 2003. Segundo pesquisa Datafolha realizada entre os dias 14 e 18, 72% dos entrevistados consideram o governo de Lula ótimo ou bom, um crescimento de cinco pontos percentuais em relação à última sondagem, feita em agosto,.

Trata-se da maior aprovação já obtida por um presidente desde que o Datafolha começou a fazer avaliações sobre o governo federal, em 1990. Já 21% consideram o governo do petista regular, enquanto para 6% a administração é ruim ou péssima. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Lula também obteve a melhor nota média (7,7), numa escala de 0 a 10, de toda a sua gestão até o momento. Para o diretor-geral do Datafolha, Mauro Paulino, a escolha do Rio de Janeiro como sede da Olimpíada de 2016, anunciada em outubro, está relacionada com o crescimento da popularidade de Lula nos últimos meses, já que a imagem do presidente "apareceu com destaque" na ocasião.

As informações são da Folha de S. Paulo deste domingo (20) (disponível só para assintantes, mas que pode ser lida na íntegra clicando AQUI)

por 08:25 Sem categoria

APROVAÇÃO A LULA BATE RECORDE, COM 72%

Ao entrar no último ano do segundo mandato, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva alcança o mais alto patamar de popularidade desde a posse em 2003. Segundo pesquisa Datafolha realizada entre os dias 14 e 18, 72% dos entrevistados consideram o governo de Lula ótimo ou bom, um crescimento de cinco pontos percentuais em relação à última sondagem, feita em agosto,.

Trata-se da maior aprovação já obtida por um presidente desde que o Datafolha começou a fazer avaliações sobre o governo federal, em 1990. Já 21% consideram o governo do petista regular, enquanto para 6% a administração é ruim ou péssima. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Lula também obteve a melhor nota média (7,7), numa escala de 0 a 10, de toda a sua gestão até o momento. Para o diretor-geral do Datafolha, Mauro Paulino, a escolha do Rio de Janeiro como sede da Olimpíada de 2016, anunciada em outubro, está relacionada com o crescimento da popularidade de Lula nos últimos meses, já que a imagem do presidente "apareceu com destaque" na ocasião.

As informações são de matéria da Folha de S. Paulo deste domingo (20) (disponível só para assintantes, mas que pode ser lida na íntegra clicando AQUI)

por 08:22 Sem categoria

Aprovação a Lula bate recorde, com 72%

Aprovação a Lula bate recorde, com 72%

Percentual dos que avaliam governo como ótimo ou bom cresce 5 pontos; nota média dada ao presidente é 7,7, a melhor de sua gestão

Aumento na popularidade está relacionado à escolha do Rio como sede olímpica e a aparições no exterior, diz diretor-geral do Datafolha

MALU DELGADO
DA REPORTAGEM LOCAL

Ao entrar no último ano do segundo mandato, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva alcança o mais alto patamar de popularidade desde a posse em 2003. Segundo pesquisa Datafolha realizada entre os dias 14 e 18, 72% dos entrevistados consideram o governo de Lula ótimo ou bom, um crescimento de cinco pontos percentuais em relação à última sondagem, feita em agosto.

Trata-se da maior aprovação já obtida por um presidente desde que o Datafolha começou a fazer avaliações sobre o governo federal, em 1990. Já 21% consideram o governo do petista regular, enquanto para 6% a administração é ruim ou péssima. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Lula também obteve a melhor nota média (7,7), numa escala de 0 a 10, de toda a sua gestão até o momento. Para o diretor-geral do Datafolha, Mauro Paulino, a escolha do Rio de Janeiro como sede da Olimpíada de 2016, anunciada em outubro, está relacionada com o crescimento da popularidade de Lula nos últimos meses, já que a imagem do presidente "apareceu com destaque" na ocasião.

Na pesquisa feita em agosto, 67% consideravam o governo de Lula ótimo ou bom. "As aparições internacionais do presidente Lula também têm contribuído bastante para essa avaliação positiva", afirma Mauro Paulino. Foi em 2005, no auge da crise política do mensalão, que o presidente Lula atingiu a pior avaliação: 28% achavam seu governo ótimo ou bom, enquanto para 41% era regular e 29% o consideravam ruim ou péssimo.

Ao longo de 2009, a despeito da crise política que envolveu o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP) _publicamente defendido por Lula_, e da grave crise financeira mundial, a popularidade do presidente não sofreu abalos significativos, tendo a avaliação positiva oscilado entre 65% e 72%.

O Nordeste permanece como a região em que o presidente Lula apresenta o mais alto índice de popularidade, 81%, enquanto no Sul do país obtém o pior índice, ainda assim elevado, com 62% de aprovação. No corte por renda, a melhor avaliação de Lula é entre os que ganham de 0 a 5 salários mínimos, faixa em que chega a 73%.

Principal problema
Enquanto no primeiro mandato de Lula o desemprego destacava-se como o principal problema do país (31%, segundo a primeira pesquisa Datafolha sobre avaliação do governo Lula), agora passa a ser a saúde o setor de maior preocupação dos brasileiros, segundo 27% dos entrevistados.

Em segundo lugar, 16% apontam a violência e a segurança como o principal problema. Para 14%, o desemprego ainda é o principal problema _queda de nove pontos em relação à pesquisa de agosto.

Fechar