Written by 9:52 +

“Vídeo não comprova a acusação feita contra Bolsonaro,” afirma Ricardo Barros

O deputado Ricardo Barros (PP) disse nesta sexta-feira (22) que o  vídeo da reunião ministerial de 22 de abril, divulgado por decisão do ministro Celso de Mello (STF), não comprova a acusação feita pelo ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, de que o presidente Jair Bolsonaro tentou interferir nos trabalhos do comando da Polícia Federal.

“A divulgação de partes da reunião ministerial que não se referem a polícia federal e a Sérgio Moro, é abuso de  autoridade, de nada serve a investigação, inútil a justiça. Ativismo político no judiciário tem sido um calvário para o Brasil e para os brasileiros.”, disse Barros no twitter.

(Visited 18 times, 1 visits today)

Close