0 Shares 114 Views

Vídeo mostra momento em que motorista mata ciclista em briga de trânsito em Curitiba. Assassino ficou 6 dias preso

14 de fevereiro de 2014
114 Views

A reportagem da Banda B conseguiu, nesta sexta-feira (14), imagens de câmeras de segurança que mostram o momento em que o ciclista Marco Alexandre da Cruz Rocha, de 30 anos, foi assassinado com uma facada durante uma briga de trânsito em 6 de dezembro do ano passado, no bairro Santa Cândida, em Curitiba. Pelo vídeo é possível ver o momento em que o motorista de um Peugeot e a vítima iniciam a discussão que terminou em morte. Detalhe: mesmo tendo sido preso em flagrante, o autor foi liberado pela Justiça após permanecer seis dias presos.

As imagens são fortes.

Descrição: Após uma fechada na rua Fernando de Noronha, no bairro Santa Cândida, o motorista do Peugeot e um ciclista iniciam uma discussão. O condutor do carro desce com um soco inglês e os dois brigam. Um açougueiro sai do estabelecimento e tenta apartar a briga. Quando o motorista do Peugeot volta para o carro, o ciclista chuta o veículo. O motorista pega uma faca no veículo e, na segunda discussão, não pensa duas vezes e golpeia o peito da vítima. As imagens mostram que, por alguns segundos, o ciclista ainda permanece de pé, mas, logo depois, cai de joelhos, ferido. Pede socorro e mais alguns segundos depois, tomba morto. As pessoas em volta se desesperam. O motorista, volta conferir a vítima e segue tranquilo para o carro em que estavam a mulher e uma criança. Foge em seguida.

Segundo a delegada Vanessa Alice, do 4° Distrito Policial, no qual o suspeito foi autuado, a alegação delr foi legítima defesa. “Nós não acreditamos nessa versão. Ele foi liberado pela Justiça e está respondendo em liberdade pelo crime de homicídio. Pelas imagens fica claro que não se trata de defesa”, afirmou a delegada. Segundo ela, o suspeito tem sete Boletins de Ocorrência por brigas e, em todas, alegou legítima defesa e foi liberado.

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.