por 12:29 Sem categoria

VEREADORES PEDEM APOIO DOS DEPUTADOS A FAVOR DO TIME DE FOZ

Vereadores querem que deputados da região defendam
o time do Foz no Tribunal de Justiça Desportiva do PR

TJD julga na quinta-feira quem sobe para primeira divisão do Paranaense em 2009; Associação de Tenistas da cidade é declarada de utilidade pública

A Câmara Municipal de Foz do Iguaçu realizou duas sessões na manhã de hoje: uma ordinária e outra extraordinária. Na sessão ordinária, sete dos oito itens inclusos na Ordem do Dia foram votados, alguns em primeira discussão e outros – com dispensa de interstício em – em primeira e segunda votação.

Mas o assunto que dominou a sessão foi uma Moção de Apelo (extrapauta), de autoria da vereadora Nanci Rafain Andreola. Com apoio dos demais colegas, a vereadora quer que a classe política de toda a região se mobilize para garantir o time do Foz Futebol Clube na primeira divisão do Campeonato Paranaense em 2009.

O caso será julgado na quinta-feira pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná (TJD). Na última rodada do torneio de divisão de acesso, Foz e Operário de Ponta Grossa empatavam em um gol quando um pênalti a favor do Foz foi marcado no final da partida. Com medo de perder o jogo e a vaga na primeira divisão, o Operário abandonou o campo. De acordo com o regulamento, os pontos vão para o time que permaneceu em campo.

E, através da Moção de Apelo 10/2008, a vereadora Nanci Rafain Andreola pede à Federação Paranaense de Futebol que considere o regulamento ao mesmo tempo em que convoca os deputados da região Oeste do Estado a defender o time de Foz do Iguaçu no julgamento de quinta-feira.

Em segunda discussão – Na sessão de hoje foram aprovados em segunda discussão os Projetos de Lei 42/2008, 49/2008 e 51/2008 de autoria dos vereadores Neuso Rafain, Ca\rlos Budel e o último do Executivo. O primeiro trata da implantação no município do Proverde (Programa de Edificação Verde), que incluiu métodos de preservação ambiental; o segundo declara de utilidade pública a Associação dos Tenistas de Foz do Iguaçu e o terceiro que autoriza a desafetação de área de propriedade do município (que compõe o projeto de urbanização da Vila União).

Em primeira discussão – Os vereadores aprovaram em primeira discussão o Projetos de Lei 43/2008 de autoria do vereador Tadeu Madeira que institui no município o Moto-Frete (transporte de mercadorias mediante utilização de motocicletas); o Projeto de Lei 40/2008 que autoriza o prefeito a proceder abertura de crédito adicional suplementar no valor de R$ 30 mil ao FozHabita; a Emenda Modificativa ao Projeto de Lei 55/2008 de autoria do Executivo que altera a Lei nº 2.379 de 16 de abril de 2001; o Projeto de Lei Complementar 3/2008, também de autoria do Executivo e que dispõe de tratamento diferenciado e favorecido às microempresas e o Projeto de Resolução 3/2008 de autoria da Mesa Diretora que dá n ova redação ao caput do art. 106 do regimento Interno da Câmara Municipal de Foz do Iguaçu, possibilitando que a primeira sessão do ano – após o recesso parlamentar de janeiro – seja marcada para os primeiros dias de fevereiro e não mais a partir do décimo dia útil.

O único projeto sob pedido de vistas (50/2008 de autoria do Executivo) ficou por conta do vereador Hermógenes de Oliveira que pediu melhor avaliação sobre a proposta que autoriza o prefeito a outorgar permissão de uso de imóvel de propriedade do município para Igreja Evangélica Assembléia de Deus Anápolis.

Sessão extraordinária – Logo após a sessão ordinária, aconteceu a sessão extraordinária que tratou da proposta de proibição de pintura de propaganda eleitoral nos muros da cidade. A votação do parecer emitido pela Comissão de Legislação, Justiça e Redação ficou para quinta-feira, em sessão extraordinária, logo após a realização da sessão ordinária. No parecer, a comissão se posiciona de modo contrário ao projeto tendo como voto vencido o do vereador Djalma Pastorello, membro da referida comissão, presidida pelo vereador Pedro Hsu e que tem a vereadora Nanci Rafain Andreola como relatora.

Fechar