Escrito por 11:00 Brasil, Curitiba, Política

Vereador acusa colega de manipular vídeo sobre votação

Vereador acusa colega de manipular vídeo sobre votação

O vereador Tico Kusma (Pros), um dos protagonistas de um vídeo divulgado pelo vereador Goura (PDT), em que a Mesa Diretora da Câmara Municipal aparece dando sequência acelerada à votação de Regime de Urgência de projetos, pediu ontem que a Corregedoria da Casa investigue a edição das imagens. “Não podemos manipular áudios, vídeos, documentos, votações. Nós temos o decoro (parlamentar). Somos lideranças e influenciamos pessoas, temos que ser exemplo. Não podemos ser honestos só da boca para fora”, disse Tico Kuzma em plenário. Ele acusa o vereador Goura de ter manipulado no vídeo as imagens gravadas na sessão do dia 12 junho. As informações são do Bem Paraná.

Na ocasião, Kuzma, que é o 1º vice-presidente do Legislativo, e o 4º secretário, Cristiano Santos (PV), conduzem a votação dos requerimentos da 2ª parte da ordem do dia. Na pauta estavam dois pedidos de urgência, aprovados sem debate pelo plenário – auxílio alimentação a servidores públicos e a delegação à Urbs do gerenciamento do EstaR. No dia, Goura foi um dos vereadores que reclamaram em plenário de não ter havido debate. Depois, em vídeo atribuído ao mandato dele, é comparada a leitura dos requerimentos a uma corrida de cavalos.”Foram tirados segundos importantes, isso para simular que a votação foi feita apressada”, acusou o vereador Tico Kuzma (Pros).

Close