Escrito por 14:29 Brasil, Política

Vargas: subiu rápido, caiu mais rápido ainda

Compartilhe

do Paçoca com Cebola

Em 10 de dezembro de 2014, quando a Câmara dos Deputados decidiu pela cassação do petista londrinense André Vargas como deputado federal, ele obteve 359 votos pela cassação, 1 voto contrário – José Airton (PT – Ceará) e 6 abstenções – Deputados Nelson Meurer (PP Paraná), Sibá Machado (PT Acre), Dalva Figueiredo (PT – Amapá), Beto Faro (PT – Pará), Júlio Campos (DEM – Mato Grosso) e Dr. Luiz Fernando (PSD – Amazonas).

Quando foi eleito Vice Presidente da Câmara dos Deputados, em fevereiro de 2013, André Vargas avalizado pelo PT teve 420 votos favoráveis e 77 em branco.

Close