por 09:16 Foz do Iguaçu, Saúde

Vacinação aumenta, mas cuidados devem continuar, alerta a secretária de saúde Rosa Jeronymo

Uso de máscara, higienização das mãos e distanciamento social devem ser mantidos até imunização atingir pelo menos 70% da população de Foz do Iguaçu

A secretária de Saúde de Foz do Iguaçu, Rosa Jeronymo, voltou a alertar neste sábado (22) que, mesmo com a evolução da vacinação, os cuidados com uso de máscara, higiene e distanciamento social devem ser mantidos até a imunização atingir pelo menos 70% da população – algo em torno de 180 mil pessoas.

“Estamos bastante confiantes de que a vacinação está evoluindo e daqui a pouco vai chegar a um percentual considerável para que possa diminuir essa pressão que todos vivemos. Importante dizer que os cuidados precisam continuar, isso é extremamente importante, devemos continuar com o distanciamento social, usando máscara, higienizando as mãos e tendo muito cuidado. Só teremos tranquilidade quando tivermos 70% da população vacinada”, disse Rosa no programa Foz em Ação, na Rádio Cultura.

Rosa Jeronymo aguarda para segunda-feira (24) o primeiro lote de 9.360 doses da vacina da Pfizer. O agendamento para a aplicação das doses, conforme a secretária, está aberto desde sábado. “Todas as pessoas com deficiência permanente, as gestantes e puérperas com comorbidades precisam ter a declaração médica autorizando a vacina. Abrimos também para os trabalhadores e trabalhadoras da educação acima de 18 anos”.

“Tomamos essa decisão porque precisamos aplicar essas 9.360 doses. Terça-feira (25) e quarta-feira (26), temos agendas para 4.200 doses e 1.600 para quinta-feira (27). Se por ventura faltar algumas pessoas, temos ainda a sexta-feira (18) para vacinar.”

A vacina da Pfizer, explica Rosa Jeronymo, precisa de uma temperatura bastante baixa. Os imunizantes estão congelados em Curitiba, mas o transporte os descongela. “Teremos cinco dias para aplicação e não podemos perder doses de vacina no momento como esse que estamos vivendo. Pedimos que as pessoas agendem. Aquelas pessoas que tomaram a vacina da gripe têm que esperar 14 dias para tomar a vacina contra a covid”, alertou.

Grupos prioritários
Nesta etapa da campanha de vacinação contra covid, serão imunizadas pessoas com comorbidades e com deficiência permanente, gestantes e puérperas (mulheres que tiveram filho há 45 dias) – todos também acima de 18 anos.

Também serão vacinados os trabalhadores da Educação acima de 18 anos que atuam em creches, pré-escolas, ensino fundamental, ensino médio, profissionalizante e Educação de Jovens e Adultos (EJA).

O agendamento pode ser feito pelo site vacinacao.pmfi.pr.gov.br.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com