0 Shares 155 Views

Urbs já defende tarifa de R$ 3,20

6 de março de 2014
155 Views

A tarifa técnica, valor que é repassado pela prefeitura às empresas de ônibus, chegará a R$ 3,20 por passageiro em Curitiba. O valor foi divulgado pela Urbs que diz levar em conta o aumento salarial de 9,28% para motoristas e cobradores. A tarifa atual é de R$ 2,93. A Urbs acusa um déficit de até R$ 12,7 milhões por mês na rede integrada e diz que hoje esse rombo é de R$ 7 milhões. As informações são de Thiago Machado no Metro.

Para cobrir o desfalque, a Urbs já pediu o aumento no subsídio para o transporte coletivo. O governo do Paraná vai repassar R$ 80 milhões por ano e a Urbs quer mais R$ 10,5 milhões. As empresas vão protocolar hoje o pedido para que seja definida uma nova tarifa. Assim, a expectativa é de que na semana que vem um novo preço da passagem seja anunciado, após a negociação entre as partes.

Em nota, o sindicato afirmou ontem que os principais aumentos dos gastos, além dos salários, foram no diesel e no pagamento de novos
ônibus. “Hoje, devido à inflação e ao desequilíbrio que as empresas estão enfrentando, uma redução da tarifa somente seria possível com aumento do subsídio público”.

O Dieese, que acompanhou a última negociação salarial dos motoristas, diz que a Urbs tem que adotar mais medidas para reduzir os custos do transporte. “Não se pode colocar toda a culpa sobre os trabalhadores. Várias comissões, uma CPI e o Tribunal de Contas já apontaram como reduzir a passagem, mas a prefeitura pouco fez. Eles dizem que vão esperar o que a Justiça decidir, mas até lá a concessão já terminou”, alerta o economista Sandro Silva.

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.