por 22:53 Sem categoria

Última forma 2

"Uma das exigências seria a respeito dos prédios que abrigam as televisões. Pelo primeiro acordo, eles seriam alugados no primeiro ano e, depois, seriam comprados por R$ 30 milhões. Os goianos teriam aceitado, em princípio, mas nesta semana teriam proposto outro tipo de negócio. O ex-governador Paulo Pimentel já avisou que não negocia mais. Entregou o leme das conversas aos seus advogados. Ainda existe a possibilidade de um acordo, mas o próprio Pimentel parece ter descartado isso. Disse a amigos que agora quer ficar com as televisões".

Fechar