por 14:26 Destaques, Paraná

UFPR promove pesquisas e plantio de araucárias em Moçambique

Foto: Reprodução/RPC

Um projeto desenvolvido pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), em Curitiba, promove pesquisas e o plantio de araucárias, árvores nativas do estado, em Moçambique, na África.

O local escolhido para o desenvolvimento das árvores é a região serrana de Manica, na fronteira entre Moçambique e o Zimbabwe.

Na região, funciona, há pouco mais de 30 anos, um projeto de cooperação entre Brasil e Moçambique. O professor Dartagnan Emerenciano, que coordena a iniciativa, comentou que é uma oportunidade de despertar, nos moradores da região, a consciência ambiental para a preservação de florestas nativas e ainda oferecer alimento para o povo local, que sofre com a escassez de comida.

“Nós promovemos o que chamamos de manejo comunitário, que é permitir que a população local plante a sua cultura local, como milho, feijão e mandioca, entre as linhas dos plantios. Nós plantamos as araucárias num espaçamento um pouquinho maior pra permitir esta combinação”, diz Dartagnam.

As condições do clima, muito parecidas com as da região sul do Brasil, território de origem da araucária, favorecem o desenvolvimento dos pinheiros em terras africanas.

“As condições climáticas são muito parecidas com a nossa e a altitude também. Vamos ver o desenvolvimento, as condições de solo, mas, pelo que estou acompanhando até o momento, é como se tivéssemos plantado aqui”, destacou o pesquisador.

No ano passado, por causa da pandemia da Covid-19, os especialistas da UFPR não puderam ir à África para acompanhar presencialmente as ações e, mais recentemente, conflitos tribais também se tornaram um obstáculo.

Professor Dartagnan comentou que as equipes monitoram o projeto à distância, com a ajuda de pesquisadores moçambicanos. Em Rio Negro, no sul do estado, numa estação experimental, pinheiros plantados na mesma época dos de Moçambique dão uma ideia de como está o projeto por lá.

“A nossa ideia é não deixar a araucária morrer. Em qualquer parte do mundo onde pudermos colocar uma araucária, nós vamos colocar, e espero que cresça”, concluiu.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com