Escrito por 11:40 Brasil

TSE decide que partidos devem ter cota feminina na disputa de diretórios

Compartilhe

Para a ministra Rosa Weber, embora as legendas tenham autonomia, há uma lacuna legislativa sobre cotas de gênero para os cargos de direção

Por unanimidade, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu nesta terça-feira, 19, que a cota de 30% de candidaturas de mulheres nas eleições também deve ser aplicada pelos partidos nas disputas pelos cargos em diretórios nacionais, regionais e municipais. Leia mais em VEJA.

Close