Escrito por 13:41 Sem categoria

Tocaram fogo no comitê do Toco em Campina Grande do Sul

Compartilhe

Campina Grande do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba, pode contar com tropas federais na eleição para prefeito. O principal motivo: atos de violência durante a campanha. Nesta sexta-feira, 28, o comitê do candidato Elerian do Rocio Zanetti, o “Toco” (PSD), amanheceu incendiado.

O caso foi registrado está sendo investigado pela Polícia Civil. Na última semana, familiares do candidato chegaram a ser feitos reféns por seis horas em suas residências. “Em primeira instância está (o caso) na tutela na Polícia Civil e Federal, e a assessoria jurídica já está preparando uma petição no sentido de pedir à Justiça Eleitoral que tome as devidas providências, pedindo então o apoio de tropas federais”, informou a assessoria da campanha.

Segundo o relato feito pela coordenação, além do incêndio também foram feitos disparos contra a chácara onde mora Toco, que foi prefeito por quatro vezes no município e tem o apoio do PR, DEM, PV, PT do B, PRB e PDT. Seu principal adversário é o atual prefeito Luiz Carlos Assunção (PSB), que tenta a reeleição, mas teve sua candidatura impugnada na semana passada pelo TRE-PR. Ele aguarda julgamento de recurso. Assunção tem o apoio do PT e do PSDB.

Close