por 16:38 Justiça

Telas de Di Cavalcanti entregues por doleiro têm destino disputado na Justiça

O destino de dez telas assinadas pelo pintor Di Cavalcanti entregues à Justiça pela família do doleiro Dario Messer em acordo de delação premiada é objeto de disputa no Tribunal Regional Federal da 2ª Região.

Enquanto a Advocacia Geral da União defende o leilão das obras para ressarcir os cofres públicos, o Ministério Público Federal quer que as obras integrem o acervo do Museu Nacional de Belas Artes, no Rio de Janeiro, que já manifestou interesse.

Há ainda um quadro de Djanira e outro de Emeric Marcier envolvidos no mesmo debate.

A principal obra de Di Cavalcanti é a “Três Mulheres com Bandolim” (1954) com altura de 2,05 metros por 5 metros de comprimento. A filha do artista, Elisabeth Di Cavalcanti, estimou que o valor de mercado desta tela possa chegar a R$ 8 milhões.

 

Leia mais na Folha

Fechar