Taxa de transmissão da Covid-19 cai no Paraná, aponta estudo

A taxa de transmissão da Covid-19 caiu no Paraná. O Estado tem um Rt médio de 0,77, o que significa que cada 100 pessoas com Covid-19 podem contaminar outras 77, como mostram os dados atualizados no domingo (21) pelo sistema Loft, que analisa como está a transmissão do coronavírus no Brasil. Neste momento, o Paraná tem a menor taxa de reprodução (Rt) entre os estados brasileiros.

“De forma simples, o Rt indica a média de pessoas que serão infectadas pelo Sars-CoV-2 a partir de uma pessoa doente. Quando o Rt for igual a 1, a doença está estável, quando é maior, temos o crescimento do número de casos. Com essa taxa, abaixo de 1, há uma remissão no contágio”, explica a coordenadora de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado da Saúde, Acácia Nasr. “A variação dessa taxa considera as mudanças no comportamento da população, como a quarentena, uso de máscaras, teletrabalho, suspensão de aulas e fechamento do comércio”, afirma.

A média de transmissão no País é de 1,04, sendo que o Estado com o maior índice de reprodução é o Ceará, com o Rt de 1,2. Somente em outros quatro essa média é igual ou inferior a 1: Amazonas (0,89), Rio Grande do Norte (0,89), Bahia (0,98) e Rio de Janeiro (1).

Desde o início da pandemia, há um ano, é a quarta vez em que há uma remissão na transmissão do vírus no Paraná, o que ocorre desde a última quarta-feira (17). O Rt chegou a um pico de 1,88 entre março e abril do ano passado e teve algumas variações, sempre superior a 1, até o início de setembro. A média oscilou entre 0,97 e 1 até o início de novembro, quando voltou a subir.

Entre 26 de dezembro e 7 de janeiro também houve uma queda da taxa de transmissão, que depois de uma leve alta voltaria a cair pelo período de um mês, entre 18 de janeiro e 18 de fevereiro de 2021. A transmissão, então, voltou a crescer até atingir um pico de 1,58 em 11 de março – naquela data, cada 100 pessoas infectadas contaminavam outras 158.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Moradores de Guarapuava fazem fila para tomar vacina contra Covid-19

Moradores de Guarapuava, formaram fila a pé e também de carro para receber a vacina contra a Covid-19 na manhã deste sábado (17). — Foto: Divonei Ravanello/RPC

Na cidade, estão sendo imunizadas com a primeira dose pessoas com 33 anos ou mais. Não há sistema de agendamento.

A aplicação acontece até 19h na Central de Vacinação, na Praça Cândido Xavier, em frente à prefeitura.

Esta foi a retomada da vacinação por faixa etária, que estava suspensa desde segunda-feira (12) por falta de imunizantes.

Até sexta-feira (16), 90.346 pessoas haviam recebido a primeira dose da vacina na cidade, segundo a prefeitura. Destas, 20.730 foram imunizadas com a segunda aplicação. Outras 5.088 pessoas receberam a vacina em dose única.

Fonte: G1.

Ex-prefeito de PG, Marcelo Rangel, é hospitalizado

O ex-prefeito de Ponta Grossa e atual superintendente de Inovação do Governo do Estado, Marcelo Rangel, foi hospitalizado por conta de complicações da COVID-19 neste sábado (3), de acordo com o irmão, Sandro Alex.

Nas redes sociais, o deputado federal e secretário de Infraestrutura compartilhou a informação e agradeceu as orações. “Meu irmão @marcelorangel1 foi hospitalizado e está bem hoje. Agradeço a todos pelas orações”, escreveu.

Rangel testou positivo para a COVID-19 no último dia 23, após a filha e a esposa, a secretária de Assistência Social Simone Oliveira, também positivarem.

Foto: reprodução