STI é referência na destinação do lixo doméstico e na preservação ambiental

Como medida de proteção do lençol freático formado por extensões de água que ficam abaixo da superfície do solo e que constituem grande parte da água potável do planeta, uma nova vala coberta com manta desenvolvida para proteger o solo foi aberta no aterro sanitário em Santa Terezinha de Itaipu para a destinação do lixo doméstico.


O mecanismo para a destinação dos resíduos está dentro do que prevê a nova Política Nacional de Resíduos Sólidos aprovada em lei na semana passada e que atualiza o marco legal do saneamento básico no País.


Ao dia são destinada cerca de 15 toneladas de lixo para o aterro sanitário de Santa Terezinha de Itaipu. Segundo o secretário de Agropecuária e Meio Ambiente, Paulo Ruppenthal, o Município já vem de longa data se adequando a Política Nacional de Resíduos Sólidos.


“O Poder Público tem tomado todas as medidas ambientais para proteção do nosso lençol freático e pra isso é feita a substituição das valas com a cobertura de manta impermeável para proteger o Meio Ambiente a cada 18 meses que é o tempo de vida útil delas” explica o secretário.


A implantação do aterro sanitário de STI em 2004 foi um marco na política pública de proteção ambiental, o que acabou com o lixão a céu aberto e onde se deu início ao processo de coleta seletiva. A vida útil da vala também foi melhorada, passando de seis para 18 meses.


“A Administração Pública é referência em projetos ambientais. Antes mesmo do prazo estipulado pelo Governo Federal para o fim dos lixões a céu aberto no País em cumprimento a Lei que instituiu a Política Nacional de Resíduos Sólidos, aqui em Santa Terezinha já não havia mais lixão e sim a coleta seletiva que serviu de exemplo para os municípios vizinhos implantarem o mesmo modelo de gestão”, conclui Paulo Ruppenthal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Calçadas vão ligar STI do norte ao sul

Em Santa Terezinha de Itaipu, a prefeitura está construindo calçadas em paver, em toda extensão da Avenida das Orquídeas, ligando as regiões Norte e Sul. A implantação começou pelo Parque dos Estados e vai trazer mais segurança, conforto e acessibilidade aos moradores .

O investimento é de R$ 1,5 milhão, recurso do Estado, com contrapartida da prefeitura.

No Santa Mônica, na região Norte, as equipes responsáveis pela construção das calçadas iniciaram os serviços nos dois sentidos da via, entre a Avenida Adolfo Lollato, marginal da BR-277 até o bairro Jerusalém.

As calçadas serão implantadas ainda no novo prolongamento da Avenida das Orquídeas, ligando o Bairro Jerusalém ao Residencial Planalto. A construção vai começar após a conclusão dos serviços de pavimentação asfáltica em andamento.

Prefeitura de STI paga a primeira parcela do 13º

A prefeitura de Santa Terezinha de Itaipu vai pagar nesta sexta-feira,14, a primeira parcela do 13º salário aos servidores estatutários, celetistas, comissionados, aposentados e pensionistas.  A segunda parcela, será paga no mês de dezembro.

O pagamento antecipado só foi possível graças ao trabalho de gestão financeira e orçamentária desempenhado pela Secretaria da Fazenda que inclui o corte nas despesas de custeio de alguns setores e contingência de recursos para folha de pagamento, medidas que garantem mesmo em meio a uma das maiores crises financeiras da história, o pagamento do 13º salário aos 951 servidores. O pagamento antecipado vai movimentar a economia local com a injeção de aproximadamente R$ 1 milhão de reais.

“Mesmo sendo um ano atípico, a exemplo dos anos anteriores, nós temos honrado o compromisso de pagar antecipadamente 50% do 13º salário proporcionando ao quadro de servidores, grande parte chefes de família, tranquilidade neste momento de preocupação com a pandemia da Covid-19”, destacou o prefeito Cláudio Eberhard.

De acordo com a diretora do departamento de Recursos Humanos e Gestão de Pessoas, Maria Guelere, pela legislação vigente, o Município tem até o dia 30 de novembro, para efetuar a primeira parcela do décimo terceiro salário finalizando o pagamento integral da gratificação, no mês de dezembro.