0 Shares 252 Views

Soldado Fruet cobra explicações do comando da PM sobre farra no batalhão de Toledo

18 de agosto de 2019
252 Views

 

O deputado estadual Soldado Fruet (PROS) vai apresentar na segunda-feira (19), na Assembleia Legislativa, um requerimento solicitando ao comandante-geral da Polícia Militar do Paraná, coronel Péricles Matos, explicações sobre os procedimentos que serão adotados pela corporação em relação às graves denúncias contra o coronel Gustavo Alfonso Rocha, além de requerer informações sobre o histórico disciplinar do militar. O comandante do 19° Batalhão da Polícia Militar, em Toledo, foi afastado do cargo na última sexta-feira (16) após o site CGN revelar três indícios de condutas irregulares por parte do oficial.

Segundo a reportagem, embasada em imagens e documentos oficiais, Alfonso Rocha fez uso suspeito de diárias, se envolveu em acidente automobilístico com uma viatura mesmo estando com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) cassada e ainda foi flagrado levando três mulheres durante a madrugada para sua sala no batalhão, o que é proibido pelo Código Penal Militar. A PM informou que ele permanecerá afastado até a conclusão do procedimento interno de investigação.

“Pau que bate em Chico também bate em Francisco. Esperamos que as mesmas medidas cabíveis que seriam tomadas pelo comando-geral da PM se o denunciado fosse um praça sejam aplicadas ao coronel, após a rigorosa apuração dos fatos”, diz o Soldado Fruet.

O deputado ressalta que a Polícia Militar do Paraná é uma instituição séria e não pode aceitar, de forma alguma, condutas inadequadas como essas que vieram à tona. “No mínimo, caracteriza quebra de decoro da classe e o oficial deve ser punido conforme prevê a lei”, afirma o Soldado Fruet, que vai acompanhar com muita atenção os desdobramentos desse caso.

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.