Written by 12:47 Brasil, Foz do Iguaçu e Região, Internacional, Justiça, Paraná, Policial, Politica

Sesp confirma reunião do GGIFron em Foz

claudia pereira

do A Gazeta do Iguaçu

A Secretaria Estadual de Segurança Pública e Administração Penitenciária (Sesp) confirmou ontem (21) a próxima reunião do Comitê de Gestão Integrada de Fronteira (GGIFron) em Foz do Iguaçu. O encontro, com participação de representantes de órgãos de segurança do Estado, do município, da União e das cidades fronteiriças do Paraguai e da Argentina, terá início às 14h na sede da Delegacia de Polícia Federal, na Avenida Paraná.

A confirmação da reunião do GGIFron foi antecipada para a deputada Claudia Pereira (PSC), pelo secretário estadual de Segurança, Wagner Mesquita, e o delegado Fábio Amaro, do Departamento de Inteligência da Sesp. “Neste encontro, além de uma avaliação das atividades que estão sendo desenvolvidas, serão anunciadas muitas novidades na área de segurança para Foz do Iguaçu e da fronteira com o Paraguai e a Argentina”, disse a deputada.

As autoridades também irão discutir uma série de ações conjuntas envolvendo todos os órgãos de segurança do Brasil e dos países vizinhos. Claudia aguarda com expectativa a reunião, uma vez que aprovou no início de maio, um requerimento reivindicando o aumento do efetivo da Polícia Militar de Foz do Iguaçu. A intenção, segundo a deputada, é dar mais condições dos órgãos de segurança de combater os casos de homicídios, roubos e tráfico de drogas na fronteira.

Na reunião, o secretário de Segurança Pública, Wagner Mesquita, também deverá anunciar novidades sobre a construção da sede do GGIFron. Segundo informações antecipadas pela reportagem, já saiu o edital da obra, que será construída através de uma PPP (Parceria Pública Privada), faltando apenas a definição da empresa que vencer a licitação.

Panorama
A última reunião do GGIFron ocorreu em Foz do Iguaçu no dia 30 de outubro do ano passado. No evento, a Coordenadoria de Análise e Planejamento Estratégico (Cape) da Sesp apresentou os indicadores criminais da área dos municípios localizados na faixa de fronteira.

De acordo com o levantamento, em 2013 foram 402 homicídios, contra 385 de janeiro a setembro, redução de 17 casos. Nos roubos, a redução foi de 2%, nos primeiros nove meses de 2014: 3.953 casos contra 4.048 no mesmo período do ano anterior. Quanto às ocorrências de furtos, foi registrado um aumento de 1% (20.223 em 2013 e 20.600, em 2014).

O Paraná possui 139 municípios na faixa de fronteira, com 447 quilômetros de extensão, além do lago de Itaipu, que possui na margem brasileira 1,4 mil quilômetros, abrangendo 16 cidades. As reuniões do GGIFron ocorrem periodicamente, em municípios do oeste e do sudoeste, para discutir ações conjuntas e fazer uma avaliação dos indicadores de criminalidade daquela região específica.

Criado em abril de 2011 pelo Governo do Paraná, o GGI integra forças de segurança federais, estaduais e municipais. Para a próxima reunião, segundo a Sesp, estão sendo esperadas autoridades do Paraguai e da Argentina.

(Visited 1 times, 1 visits today)

Close