por 17:54 Sem categoria

SERVIDORES AMPLIAM A LUTA NA DEFESA DO ICS

SERVIDORES AMPLIAM A LUTA NA DEFESA DO ICS

Mais de 200 servidores municipais dedicaram seu sábado, em 21 de junho, para debater a situação do ICS (Instituto Curitiba de Saúde). O debate poderia ter sido mais abrangente se o próprio instituto e a Prefeitura Municipal tivessem enviado representantes.

O Seminário em Defesa do ICS foi realizado no Hotel del Rey, no centro de Curitiba e os trabalhos tomaram o dia inteiro. Pela manhã, o advogado Ludimar Rafanhim explanou detalhadamente todo o andamento da ação civil pública do Ministério Público contra o ICS.

Para Ludimar, a postura que a PMC adota na defesa do ICS causa preocupação. “Se a situação fosse tão simples como eles afirmam, a Prefeitura poderia fazer um termo de ajuste de conduta com o Ministério Público e encerrar a questão”. Neste acordo, a administração municipal se comprometeria a regularizar as pendências, para manter o ICS.

O presidente do ICS José Lupion Neto chegou a enviar ofício aos sindicatos na véspera do seminário informando sua ausência (nem ao menos enviou representante) e contrapondo diversos argumentos apresentados pelos servidores.

A posição do instituto foi contestada e criticada no seminário, mas não havia ninguém para contra-argumentar e defender a direção do instituto.

Em breve o Sismmac e o Sismuc distribuirão nova edição do boletim Em defesa do ICS para expor as questões levantadas no seminário.

Propostas

No período da tarde foram definidas propostas dos servidores para melhorar o ICS. Entre as principais, destacamos.

• Solicitar à Câmara de Vereadores a tramitação de projeto de lei que incluirá as propostas dos servidores.

• Realizar assembléia unificada dos servidores em 30 de julho, convocada pelo Sismmac e pelo Sismuc.

• Moção de repúdio pela ausência do presidente do ICS e do prefeito;

• Solicitar à Comissão do Serviço Público, na Câmara de Vereadores, a realização de audiência pública com a presença da direção do ICS.

Fechar