Written by 11:09 +, Eleições 2018 - Paraná

Sérgio Souza quer anular despacho da Funai que demarca terras indígenas no Oeste do Paraná

O deputado federal Sérgio Souza (MDB-PR) apresentou nesta terça-feira (16), Projeto de Decreto Legislativo (PDC) nº 2041/2018 que susta o despacho apresentado pela Fundação Nacional do Índio (Funai), publicado no Diário Oficial da União esta semana. O decreto reconhece terras de propriedade rural como sendo área indígena nos municípios de Altônia, Guaíra e Terra Roxa, no Oeste do Paraná.

De acordo com relatos pessoais, imagens de satélite da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e a Defesa Nacional, nessas cidades, quando da promulgação da Constituição Federal de 1988, não havia existência de ocupação indígena no local. Sérgio Souza adverte que este é um ato ilegal, já que o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que se deve aplicar o Marco Temporal para se definir o que é área de propriedade de índio e o que é de propriedade rural. “Essa atitude é inadmissível! Não podemos deixar que a lei seja descumprida. Nós estamos adotando medidas cabíveis para este caso. E o decreto Legislativo tem força para suspender esse desastre”, desabafou o parlamentar.

O despacho feito pela Funai demarca 25 mil hectares de terras como sendo terra indígena e dá insegurança para 168 produtores rurais. Na avaliação de Sérgio Souza, isso mostra a audácia do órgão e provoca uma situação de risco eminente de conflito entre índios e produtores rurais. “Os produtores estão preocupados, e com razão. Dizer que 25 mil hectares de terras do Oeste do Paraná pertencem aos índios, inclusive de Reserva Legal, é o mesmo que dizer que o município de Guaíra é praticamente todo dos índios. Um completo absurdo”, relatou Sérgio Souza.

(Visited 5 times, 1 visits today)

Close