por 12:20 Política

Senadores contrários ao decreto de armas temem ameaças feitas por defensores da proposta

 

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, afirmou que tomará providências para garantir a proteção dos senadores que estão sofrendo ameaças por votarem contra o decreto de armas. O decreto foi derrotado na Comissão de Constituição e Justiça na sessão de ontem e provocou reação feroz de seus defensores nas redes sociais. “Recebi com indignação as notícias de que senadores da República estão sendo ameaçados por defenderem a derrubada do decreto de armas. É, no mínimo, preocupante que o direito e o dever do exercício da atividade parlamentar, legitimado pelo voto do povo, sejam restringidos por meios covardes e, inclusive, de flagrante injustiça e afronta à segurança dos parlamentares”, afirmou. Informações do BR18.

Davi afirmou que “como presidente do Congresso, tomarei as providências necessárias para garantir a proteção e a liberdade de expressão constitucional e política de cada legislador. Espero, sinceramente, que os que cometem esse tipo de crime repensem seus atos que pesam não só contra a pessoa de cada parlamentar, mas contra a própria manifestação democrática”, completou.

https://br18.com.br/davi-indignado-com-ameacas-a-senadores-contrarios-ao-decreto-de-armas/

Fechar