por 17:54 Sem categoria

Senador recua e retira urgência da Lei dos Sacoleiros

Senador recua e retira urgência da Lei dos Sacoleiros

Projeto de Lei corre o risco de ser engavetado se não for aprovado até o próximo dia 9

Rossana Schmitz

Mais uma vez, os informais sucumbem à espera da criação da Lei dos Sacoleiros. Nesta terça-feira, no Senado, um acordo de líderes adiou para a próxima quarta-feira (09) a votação do Projeto de Lei Complementar que transforma sacoleiros em microempresários (PLC 27/08), no qual está incluída proposta do senador Alvaro Dias (PSDB) que cria o Fundo de Recuperação Econômica de Foz do Iguaçu.

Diferente da afirmação pronunciada ao Jornal do Iguaçu pelo senador Osmar Dias (PDT), no último dia 23 de junho, em visita a Foz do Iguaçu, o parlamentar recuou e junto com outros líderes decidiram retirar a urgência, que garantiria a votação na terça.

Por outro lado, o senador Alvaro Dias disse confiar no compromisso assumido pelos líderes do governo, mas rebate: “Não entendo quais as razões para a retirada dessa matéria, por isso quero demonstrar minha insatisfação, mas acredito no compromisso assumido de que na quarta-feira este projeto será votado”.

Alvaro Dias voltou a defender a aprovação do projeto com o argumento de que o município de Foz do Iguaçu não tem recebido a atenção devida: “É necessário que as autoridades constituídas deste País olhem com outros olhos para a região da tríplice fronteira. Lá há problemas graves, e lá também temos um dos mais belos cartões postais deste País. Quando menosprezam ou são omissas, as autoridades estão comprometendo um patrimônio da humanidade. Nós defendemos urgência na aprovação deste projeto.”

Outro parlamentar que torce pela aprovação e repudiou a  é o deputado Fernando Giacobo (PR), que sempre defendeu essas bandeiras.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com