por 17:20 Internacional

Secretários estaduais de Saúde pedem à OMS que o Brasil seja priorizado pelo COVAX

Diante do pior momento da pandemia no Brasil, os secretários de Saúde de diversos estados pediram à Organização Mundial da Saúde (OMS) que o Brasil seja priorizado no recebimento de vacinas via COVAX.

O pedido foi encaminhado pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS) ao presidente da OMS, Tedros Adhanom, por meio de um documento oficial.

“A região das Américas tem recebido somente 7% do total das vacinas distribuídas por meio do mecanismo COVAX, apesar das Américas terem 44% de todos os casos e 48% de todos os óbitos do mundo nesta pandemia”, diz o documento, segundo o Estadão.

O documento pede ainda que a OMS ajude o governo brasileiro a sensibilizar os países mais ricos para que as doses excedentes sejam doadas às nações mais afetadas pela pandemia, especialmente o Brasil.

©
REUTERS / Pilas Olivares

Em frente à hospital no Rio de Janeiro, manifestantes protestam contra as 300 mil mortes provocadas pelo coronavírus no Brasil

Até agora, o Brasil recebeu pouco mais de um milhão de doses do COVAX. O governo federal espera receber cerca de 42 milhões de doses do consórcio até o fim de 2021.

No último sábado (27), o ministro da Saúde Marcelo Queiroga prometeu que 11 milhões de vacinas serão distribuídas aos estados nesta semana. A meta do novo ministro é vacinar um milhão de pessoas por dia.

com informações da Agência Sputink

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com