por 08:32 Sem categoria

Secretariado da ONU destaca a política de Roberto Requião para biodiversidade

Secretariado da ONU destaca a política de Roberto Requião para biodiversidade

As ações do Governo do Paraná para neutralizar as emissões de gás carbônico e a política paranaense de defesa da biodiversidade receberam elogios no Relatório de Atividades Ecológicas do Secretariado da Convenção da Diversidade Biológica, organismo da ONU para o meio ambiente. Em carta enviada ao governador Roberto Requião, o secretário executivo Ahmed Djoghlaf, destaca que o relatório rende homenagens ao governador pelo apoio prestado ao Secretariado em suas atividades ecológicas.

O relatório destaca que no dia 31 de março de 2006, no encerramento da COP 8 (Conferência das Partes para a Convenção), em Curitiba, foi firmado acordo com o governador Roberto Requião para o plantio de 8 milhões de mudas de árvores para compensar o impacto dos eventos realizados no Paraná”.

O documento, assinado por Ahmed Djoghlaf, anuncia que outro acordo será firmado com o Governo do Paraná, durante a COP 9, que será realizada em maio, em Bonn, na Alemanha, para compensar as emissões de gás carbônico.

Para o secretário Djoghlaf, o programa Mata Ciliar realizado pelo Governo do Paraná, por meio da Secretaria do Meio Ambiente, merece ser destacado, encorajado e divulgado, pois se trata de um exemplo a ser seguido pelos governos de todo o mundo.

MATA CILIAR – O programa Mata Ciliar é a maior iniciativa no mundo para a recuperação do meio ambiente. Já garantiu, desde 2003, o plantio de 78,1 milhões de mudas de espécies nativas para a recuperação das matas que protegem as margens dos rios no Paraná. A meta para este ano é plantar outros 25 milhões de árvores.

Atualmente, cinco anos após sua implantação, o programa está presente nos 399 municípios do Paraná e virou referência pelo seu êxito. Para alcançar a meta de plantar 100 milhões de árvores, o governo do Paraná reestruturou os 20 viveiros do Instituto Ambiental do Paraná. Até 2003, eram produzidos 3 milhões de mudas anualmente nesses viveiros. Em 2007, foram 10 milhões.

Além disso, foram adquiridos outros 412 viveiros, que foram entregues a parceiros do programa como municípios, colégios agrícolas, Sanepar, Apaes, Centros de Socioeducação, penitenciárias, instituições públicas e privadas, para descentralizar a produção. Juntos, esses viveiros produzem em média 15 milhões de mudas por ano.

A mata ciliar é toda vegetação encontrada nos córregos, nascentes, represas, lagos e rios, entre outros. É considerada pelo Código Florestal Federal como área de preservação permanente, com diversas funções ambientais.

Para garantir o plantio e o crescimento das 78,1 milhões de mudas já plantadas pelo programa Mata Ciliar, o governo conta com uma equipe que envolve 1.800 pessoas diretamente – entre técnicos da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Secretaria de Agricultura e Abastecimento, Instituto Ambiental do Paraná (IAP), Emater e funcionários municipais e de entidades privadas, cedidos por meio de convênios.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com