por 12:19 Sem categoria

Sanepar vai orientar moradores de Foz do Iguaçu sobre ligações de esgoto

Sanepar vai orientar moradores de Foz do Iguaçu sobre ligações de esgoto

A Sanepar vai aplicar, em Foz do Iguaçu, a mesma metodologia utilizada no litoral para orientar sobre a correta ligação de esgoto e a utilização adequada das fossas sépticas. A ação será feita em conjunto com a Vigilância Sanitária, Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Instituto Ambiental do Paraná, Batalhão de Polícia Florestal – Força Verde, com o apoio do Ministério Público. Foz será a primeira cidade a usar o método aplicado no litoral.

Nesta sexta-feira (9), a diretora de Meio Ambiente e Ação Social da Sanepar, Maria Arlete Rosa, esteve reunida com representantes dos órgãos parceiros para definir os detalhes das ações. Ainda participaram da reunião o gerente regional Sergio Caimi e engenheiros e técnicos da Sanepar

A nova metodologia tem como base as microbacias hidrográficas, como forma de melhorar a qualidade da água dos rios. Ela envolve, desde visitas às casas com orientação e fiscalização das ligações de esgoto, o acompanhamento de cada imóvel, até a desinfecção e desativação das fossas sépticas.

Em Foz do Iguaçu, a metodologia será aplicada na bacia da nascente do Rio Mathias Almada, localizada na região Norte do município. Esta microbacia foi escolhida porque, mesmo tendo uma grande cobertura de rede de esgoto, o volume do efluente que chega na estação de tratamento é pequeno. “Isto significa que podem existir muitas residências que ainda não estão ligadas corretamente”, explica a diretora.

Serão vistoriados cerca de 1.700 imóveis. Segundo Maria Arlete, esta nova metodologia, permite, “além de despoluir os rios e contribuir para saúde da população, um melhor planejamento para futuros investimentos na região”.

O chefe da Vigilância Sanitária, Carlos Santi, ressaltou que o órgão já atua em parceria com a empresa em outros programas e vai adotar a nova metodologia. O chefe regional do IAP, Irineu Ribeiro, também aprovou o método.

OUTRAS AÇÕES – Além da intensificação da orientação sobre a correta ligação de esgoto, a Sanepar também vai buscar parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, por meio da divisão de Epidemiologia e Centro de Controle de Zoonoses, para atuar em conjunto, principalmente em áreas de riscos, no controle da dengue, informando a população sobre a importância da ligação correta de esgoto e de consumir água de qualidade.

O cruzamento de informações sobre a relação entre saneamento e saúde no município também poderá ser outra ação em conjunto. “Nosso compromisso é com a saúde pública e a Sanepar está a disposição para garantir à população qualidade de vida”, comenta Arlete Rosa.

A parceria com estes órgãos de saúde foi sugerida pelo Chefe da Vigilância Sanitária, Carlos Santi, que informou ter encontrado focos do mosquito de dengue em fossas sépticas. Segundo ele, o trabalho em conjunto só trará benefícios à população.

SE LIGUE NA REDE – Este programa já é desenvolvido em todo o Estado e tem como objetivo conscientizar a população sobre a importância de fazer corretamente a ligação do esgoto à rede coletora da Sanepar. Em Foz do Iguaçu, em conjunto com a Vigilância Sanitária já vistoriou cerca de 800 imóveis em várias regiões da cidade.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com