0 Shares 297 Views 2 Comments

Salamuni adere a causa gay e irrita bancada evangélica‏

21 de maio de 2013
297 Views 2

2105salamuni

das Notas Políticas/Gazeta do Povo

O presidente da Câmara de Vereadores de Curitiba, Paulo Salamuni (PV), se desentendeu com a bancada evangélica na sessão de ontem. Os vereadores discutiam um título de cidadão honorário para o pastor Marcelo Bigardi quando Salamuni suspendeu a sessão para que militantes da causa LGBT fizessem uma apresentação sobre violência contra homossexuais.

A suspensão não agradou parte dos vereadores, que se retirou do plenário. Segundo o vereador Pastor Valdemir Soares (PRB), o esvaziamento não foi motivado pelo tema da apresentação, e sim pela atitude “arbitrária” e “antidemocrática” de Salamuni ao suspender a sessão. Salamuni justificou a atitude como forma de evitar que os convidados falassem para um plenário vazio.

 

Mais notícias para você:



2 Comments

  1. Fez muito bem os vereadores de sairem do plenario palhaçada se faz no circo não na casa do povo estes caras já encheram o saco da população com estes movimentos gays. Isso segnifica que não trabalham pq estam sempre encomodando os outros vão trabalhar como todo mundo.

    Reply
    • cala boca sua anta, esses movimentos são de pessoas que pensam a sociedade como um todo, não como você que acha que manifestação popular é coisa de vagabundo!

      Reply

Deixe um comentário

Your email address will not be published.