Rio Iguaçu recebe mais 310 mil peixes nativos em ação do Estado

A Superintendência da Pesca Esportiva, vinculada à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (Sedest), promoveu a soltura de mais 310 mil peixes nativos no Rio Iguaçu. A ação aconteceu nesse sábado (09) e integra o programa Rio Vivo. As informações são da AEN.

A soltura ocorreu no Lago de Salto Caxias, em Três Barras do Paraná, no Sudeste do Estado, durante a 1ª etapa do maior campeonato de pesca esportiva de tilápia do Estado – o Capevi. O evento e a soltura de peixes contaram com o apoio da Prefeitura de Três Barras do Paraná e da empresa fornecedora de pescados Daniela, além da participação de alunos do Ensino Fundamental do município. 

Segundo o secretário do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Márcio Nunes, o repovoamento de rios é fundamental para a conservação e recuperação do meio ambiente. “O programa Rio Vivo tem a meta de repovoar os rios do Estado com mais de 1 milhão de peixes nativos. É um programa importante para garantir a fauna aquática e a vida na água”, destacou.

EDUCAÇÃO AMBIENTAL – O Rio Vivo também leva educação ambiental aos participantes. As crianças, além de conhecerem a importância da água e dos peixes para a biodiversidade, aprendem a plantar árvores nativas e sua importância para a preservação da natureza.

Ao todo, 100 mudas de árvores nativas foram plantadas na área do Lago Salto Caxias, após uma explicação para os estudantes sobre o papel delas na natureza.

O superintendente da Pesca Esportiva da Sedest, Francisco Martin, explicou que, além
de contribuir para a qualidade do ar e minimizar os efeitos climáticos, as árvores impedem desastres naturais provocados pela força da água. “A árvore pode impedir que a água escorra para fora da represa, amenizando ações como enchentes e alagamentos, evitando o assoreamento do rio”, disse.

Esta foi a segunda soltura de peixes juvenis no Rio Iguaçu neste semestre. Outras nove estão programadas até o fim do ano.

LEGISLAÇÃO – A soltura de peixes nativos nas bacias hidrográficas atende a Resolução Conjunta número 10/2021, da Sedest e do Instituto Água e Terra (IAT), publicada em abril deste ano. O documento define normas para estocagem e repovoamento de peixes. De acordo com a Resolução, todas as ações de soltura e repovoamento de peixes nas bacias hidrográficas do Paraná e seus afluentes devem ter autorização do órgão ambiental estadual.

O objetivo é proteger a fauna silvestre e o ambiente natural contra espécies invasoras. É proibido povoar com espécies exóticas ou invasoras, de origem estrangeira. A introdução de espécies do Brasil, mas não originárias do local especificamente (alóctones), é passível de autorização mediante análise e estudo de impacto ambiental na região.

É considerada exótica a espécie presente em determinada área geográfica, da qual não é originária, tendo sido introduzida pelo homem. Elas são originárias de outros países e a introdução ou dispersão podem ameaçar a diversidade biológica local.

Já alóctones são espécies presentes em um outro ecossistema ou área geográfica, mas originárias do mesmo país, espécie, subespécie de hierarquia inferior, ocorrendo fora de sua área de distribuição natural, porém com capacidade de sobreviver e reproduzir-se.

FOTO: SEDEST

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pegou mal: vereador desiste de homenagem a Sarney em Pato Branco

Não será desta vez que o ex-presidente José Sarney será homenagem em Pato Branco. Após grande repercussão, o projeto para conceder ao maranhense a “Medalha de Honra ao Mérito Pato-branquense” o foi retirado de pauta a pedido do autor, o vereador Marcos Jr. Marini.

Na justificativa, Marini explicava que, quando Sarney era Presidente da República, foram os que viabilizaram as condições políticas para que fosse instalada uma Unidade de Ensino Descentralizada (UNED) do Centro Federal de Educação Tecnológica (CEFET) para Pato Branco. “Foi uma luta árdua com municípios maiores, mas que se tornou realidade pela capacidade e representatividade política do município naquele momento”, relava o projeto de lei.

Após passar pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara de Pato Branco, o projeto aguardava a segunda votação em Plenário. Além ao autor Marcos, que é do Podemos, a homenagem a Sarney foi apoiada pelos vereadores Maria Hamera (PV), Joecir Bernardi (PSD), Dirceu Boaretto (Podemos), Eduardo Dala Costa (MDB), Joecir Bernardi (Lindomar Brandão (DEM) e Thania Chaminski (DEM).

No Natal do Boqueirão, Greca agradece pelos dias sem mortes por covid-19

A Rua da Cidadania do Boqueirão se vestiu com as cores de Curitiba e do Natal (verde, vermelho e dourado), nesta quinta-feira (2/12), para a encenação do auto Gratidão pelo Nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo. Cerca de 300 estudantes da rede municipal de ensino participaram do evento que, com direito a Papai Noel e troca de presentes, marca a celebração antecipada do Natal em cada uma das dez regionais administrativas da cidade.

O prefeito Rafael Greca prestigiou o evento, ao lado das crianças das escolas municipais Jornalista Arnaldo Alves da Cruz, Sophia Roslindo e Germano Paciornik e dos centros de educação integral (CEIs) Augusta Jouve e David Carneiro, além do público que passava pela Rua da Cidadania. “Estamos aqui agradecendo pelo tempo que se cumpriu, pelo bem que fizemos, pela diminuição da pandemia. E vamos continuar nos cuidando”, disse Greca, referindo-se aos dias sem registro de óbitos por covid-19 em Curitiba.

Natal com presentes

As crianças gostaram da programação, que foi animada pela Banda Lyra Curitibana e pela presença da border collie Aisha, de 8 meses, do Grupo de Operações com Cães (GOC) da Guarda Municipal. Em treinamento e acompanhada pela tutora GM Fátima, o animal ficou perto da árvore de Natal gigante e atraiu a atenção de adultos e crianças. “Eu quero que demore muito para terminar, está muito legal aqui”, comentou Ellen Crislyne da Silva Paixão, de 9 anos e que frequenta o 4º da escola Arnaldo Cruz.

Em nome de todas as crianças das cinco escolas presentes ao evento, Kailan Fernandes dos Anjos da Silva e Naiara Pedroso receberam presentes do prefeito. As demais lembranças foram entregues no final do evento pelo Papai e pela Mamãe Noel.

Coube à diretora da Escola Municipal Especial Helena Antipoff, Rosicléia Fernandes, presentear Greca com uma guirlanda feita pelos alunos. A unidade funciona no Boqueirão.

O prefeito também recebeu dos comerciantes da Feira de Natal da Regional Boqueirão uma cesta com produtos natalinos. O presente foi entregue pela feirante Salete Terezinha Delavi.

Presenças

Participaram do evento os presidentes da Fundação Cultural, Ana Castro, e da FAS, Fabiano Vilaruel; a secretária municipal da Comunicação Social, Cinthia Genghini; os assessores do Gabinete do Prefeito Cibele Dias e Lucas Navarro; e os administradores regionais da Matriz, Rafaela Lupion, do Portão/Fazendinha, Gérson Gunha, e do Boqueirão, Ricardo Dias.

Representaram a Câmara Municipal os vereadores Tânia Guerreiro, Beto Moraes, Alexandre Leprevost, Marciano Alves, Márcio Barros, João da Cinco Irmãos e Pier Petruzziello.

Também estiveram na Rua da Cidadania o deputado estadual Mauro Moraes, o secretário de Estado da Casa Civil, Guto Silva, o tenente-coronel da Polícia Militar Rodrigo de Mauro e o padre Osni dos Anjos, pároco do Santuário São Francisco de Assis, no Xaxim – religioso que, a pedido de Greca, abençoou os estudantes com a oração do Santo Anjo.

Próximas atrações natalinas nas regionais

Auto de Natal

7/12 – Rua da Cidadania do Pinheirinho – 15h
9/12 – Rua da Cidadania do Boa Vista – 15h

Cantata de Natal
10/12 – Rua da Cidadania do Bairro Novo – 19h30

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA NO SITE https://natal.curitiba.pr.gov.br/. A programação está sujeita a alterações.

A Prefeitura promove o Natal de Curitiba – Luz dos Pinhais 2021 com o patrocínio das empresas O Boticário, Ademicon, Volvo, Muffato, Electrolux, Condor, Festval, Ebanx, Consórcio Servopa, Copel Telecom e ParkShoppingBarigüi. A programação começa no dia 18 de novembro e a decoração poderá ser vista até 9 de janeiro.