Written by 18:19 Paraná

Richa libera R$ 97 milhões para duplicação da PR-323

Richa libera R$ 97 milhões para duplicação da PR-323

Nesta quarta-feira, 4, em Umuarama, o governador Beto Richa liberou nesta quarta-feira (4) R$ 96,9 milhões para o início das obras de duplicação da PR-323, entre Paiçandu e Doutor Camargo, no Noroeste do Estado. Segundo Richa, este é o primeiro lote do projeto de modernização da rodovia. No total, o Estado vai investir, ainda em 2018, R$ 241,7 milhões na melhoria de 216 quilômetros da estrada.

Richa ressaltou que o trecho lançado é o que tem o projeto pronto. “O importante é que temos recursos já reservados no orçamento deste ano. Com as contas do Governo do Estado organizadas e equilibradas, haverá certamente recursos para conclusão integral da obra, uma grande conquista para toda esta região”, disse.

Este primeiro lote de duplicação da rodovia abrange um trecho de 20,7 quilômetros, incluindo a construção de um viaduto e duas trincheiras. A licitação será lançada na segunda quinzena de abril. A obra tem duração prevista de 24 meses. “Essa medida reafirma nosso compromisso com esta rodovia tão importante para o Noroeste do Paraná”, afirmou.

Richa lembrou que o projeto era para ser executado por meio de uma Parceria Público-Privada (PPP), que foi rescindida, em função de problemas da empresa líder do consórcio. “Com o ajuste fiscal e o equilíbrio nas contas do Governo, temos agora condições de executar a obra com recursos públicos. A vantagem é que não haverá cobrança de pedágio”, disse.

O secretário da Infraestrutura e Logística, José Richa Filho, ressaltou que a obra na PR-323 é um compromisso assumido pelo Governo do Estado. “Desde o início da gestão estamos realizando obras, como a duplicação Maringá-Paiçandu, o acostamento de Umuarama em direção a Iporã, o Trevo do Cedro”, disse ele.

“Hoje anunciamos o cronograma de obras, desde Paiçandu até Francisco Alves. Temos várias frentes. Mesmo realizando a obra neste primeiro trecho, continuaremos fazendo os outros projetos”, explicou. O trecho seguinte deverá ser a duplicação de quatro quilômetros na área urbana de Umuarama.

(Visited 5 times, 1 visits today)

Close