por 12:28 Sem categoria

Richa Filho

O pagamento indevido à DM foi autorizado pelo então diretor administrativo-financeiro do DER, José Richa Filho, no último dia útil do governo Jaime Lerner, 30 de dezembro de 2002. A duplicação da rodovia Curitiba – Garuva havia sido concluída sete anos antes, e integralmente paga no primeiro mandato de Requião. O lote realizado pela DM custou US$ 47 milhões aos cofres públicos.

Fechar