Escrito por 11:00 Sem categoria

Reputação inabalada

Compartilhe

Os casos de vandalismo e ocupação da Universidade de São Paulo (USP) pelos estudantes ocorridos recentemente, com grande repercussão negativa na mídia, não pesaram na reputação da instituição.

Segundo o ranking divulgado hoje (15) pela revista britânica especializada Times Higher Education (THE) a USP é a única instituição de ensino superior brasileira entre as 100 melhores do mundo em termos de reputação no meio acadêmico.

A USP aparece entre as posições 61 e 70. Na líderança está a Universidade de Harvard, seguido pelo MIT (Massachussets Institute of Technology), ambos nos Estados Unidos, e a Universidade de Cambridge, na Inglaterra.

Para a elaboração do ranking, feito em parceria com a Thomson Reuters, 31 mil pesquisadores em 149 países foram convidados a apontar quais as universidades mais fortes em ensino e pesquisa no seu campo de atuação, e 17.554 o fizeram.

Esta é a segunda edição do ranking de reputação acadêmica. No ano passado, nenhuma instituição brasileira apareceu entre as 100 melhores. Na ponta, as três primeiras colocadas permaneceram inalteradas.

A USP já tinha alcançado uma posição de destaque no ranking mundial de universidades feito pela THE, quando foi a brasileira mais bem colocada, na 178ª posição.

O país com o maior número de universidades na lista são os Estados Unidos, com 44 instituições, sendo sete entre as dez primeiras. Em seguida vem o Reino Unido, com dez universidades, seguido por Japão e Holanda, ambas cinco.

Com quatro representantes estão Austrália, França e Alemanha. Dos países que compõem o chamado BRIC, apenas Brasil, com uma, e China, com duas universidades, estão presentes.

Close