Written by 17:02 Cotidiano, Economia, Foz do Iguaçu e Região, Personagens, Politica

Reni Pereira retoma convênio com o Poliambulatório de Foz do Iguaçu

poliambulatorio

O prefeito Reni Pereira (PSB) assinou, nesta sexta-feira (7), o convênio para atendimento à população no Poliambulatório da região do Porto Meira, em Foz do Iguaçu, no Oeste do Paraná. O ato marca a retomada da parceria com a Sociedade Civil Nossa Senhora Aparecida, que administra a estrutura.

O atendimento no Poliambulatório havia sido interrompido depois que o ex-prefeito, Paulo Mac Donald Ghisi (PDT), desviou para outras funções os recursos destinados para a estrutura. O convênio também garante a retomada do funcionamento do Programa Saúde da Família (PSF) no local.

“Estamos retomando mais um serviço à população de Foz do Iguaçu, que havia sido interrompido pela má gestão da antiga administração municipal”, frisou reni.

A partir do próximo mês começa o pagamento que será feito pela Prefeitura no valor de R$ 168 mil anualmente. O convênio é válido até dezembro e pode ser renovado.

Desde 2010, o município não vinha fazendo o pagamento à Sociedade Civil Nossa Senhora Aparecida, pelo uso da estrutura do poliambulatório pela equipe saúde da família.

A dívida acumulada, que passa dos R$ 400 mil, será analisada por uma comissão da Secretaria da Saúde. O objetivo é levantar de forma precisa os valores que não foram pagos pela administração passada e estudar como poderá ser feita essa quitação.

A equipe do PSF no poliambulatório possui três mil famílias cadastradas. O atendimento médio diário passa de 150 pessoas, que procuram os serviços de enfermagem, sala de vacinação, o médico e serviços de dentista. O programa funciona no local desde 2007 levando aos moradores dicas de prevenção à doenças, qualidade de vida e saúde.

O convênio assinado pela presidente da Sociedade Civil Nossa Senhora Aparecida, Anna Maria Basso, a secretária da Saúde, Lettice de Lima e o prefeito Reni Pereira, marca a retomada de parceria com a entidade. Na próxima semana deverá ser feita a renovação de contrato para o pagamento das prestações de serviços médicos feito pelo Poliambulatório em 12 especialidades.

O contrato venceu no fim do mês de maio e para a renovação está sendo feito o levantamento dos serviços que serão oferecidos pela entidade. Já existe a confirmação de que o centro cirúrgico, que está fechado desde o começo do ano, não reabrirá, porque está sendo difícil para o poliambulatório encontrar anestesista. O valor mensal repassado à entidade pelos serviços médicos prestados era de cerca de R$ 120 mil.

(Visited 1 times, 1 visits today)

Close