Written by 10:21 Sem categoria • 3 Comments

Reni é a favor ou contra 14º e 15º salários para deputados estaduais?

A rapaziada da blogosfera de Foz do Iguaçu não perdeu tempo e “pescou” uma perguntinha enjoada para o deputado Reni Pereira (PSB), nas entrelinhas da reportagem da Gazeta do Povo, sobre a opinião dos parlamentares quanto ao 14º e 15º salários que eram pagos até pouco tempo pela Assembleia Legislativa.

Clique AQUI para ler

À reportagem, Reni não disse nem que é a favor, nem que é contra a retomada dos pagamentos extras, muito pelo contrário.

Desde que é deputado, há nove anos, o parlamentar iguaçuense abiscoitou 18 salários extras.

A pergunta que ilustra a nota promete esquentar no debate eleitoral do ano que vem, quando Reni pretende disputar a prefeitura de Foz do Iguaçu.

Clique no “mais” e leia comentário enviado pelo correspondente do blog na fronteira:

Reni Pereira não é contra deputado receber 14º e 15º salários

Durante nove anos, o deputado recebeu a verba extra, ou seja, outros dois salários, sem nunca comentar o assunto

O deputado Reni Pereira (PSB) faz um discurso à população, mas seus atos mostram uma imagem de um político bem diferente. O parlamentar usa a imprensa para falar em transparência, só que na prática age bem diferente. Um exemplo deste comportamento pode ser visto em relação a verba de convocação e desconvocação, uma espécie de 14º e 15º salários para os deputados estaduais.

Após a Gazeta do Povo revelar que o pagamento do beneficio aos deputados, o presidente da Assembléia Legislativa, Valdir Rossoni, assinou decreto acabando o salário extra aos parlamentares. Reni Pereira criticou o benefício, como se realmente fosse contra o pagamento.

Porém, ontem, 28, o deputado mostrou que não pensa desta maneira. Ao ser questionado pela Gazeta do Povo se era a favor ou contra o benefício, pago pelo contribuinte do Paraná, Reni Pereira simplesmente se omitiu. De acordo com o jornal, o representante de Foz ficou no grupo de parlamentares que “não opinaram ou não souberam responder”.

A Gazeta do Povo ainda divulgou que Pereira também “não opinou ou não soube responder” se era a favor ou contra a retomada do pagamento aos deputados.

Ao que tudo indica, o deputado pensa diferente da população, que demonstra ser totalmente contra o deputado receber 15 salários por ano, algo que soa como uma ofensa ao trabalhador comum.

Em nove anos, Reni recebeu 18 salários a mais e nunca falou no assunto. Resta saber se os eleitores de Foz do Iguaçu aprovam a verba extra? Será que o deputado pretende devolver os valores?

(Visited 2 times, 1 visits today)

Close