Written by 9:58 Paraná

Receita encontra 1,4 t de cocaína em Itapoá e faz maior apreensão da história do porto

Receita Federal encontrou mais de 1,4 tonelada de cocaína no Porto de Itapoá (SC) na tarde desta segunda-feira (03). Essa é a maior apreensão da história da alfândega de São Francisco do Sul em 150 anos.

Conforme o departamento de inteligência da Receita Federal, a droga estava escondida em um contêiner carregada com fardos de compensados de madeira e tinha como destino o Porto de Roterdã, na Holanda. Ninguém foi preso.

A cocaína foi identificada com a ajuda de um scanner, por volta das 14h. A pesagem foi concluída por volta das 16h, totalizando 1.438 kg.

A suspeita da equipe de inteligência aduaneira foi confirmada após a abertura do contêiner. De acordo com os fiscais, o material apreendido testou positivo para cocaína.

Participaram da ação agentes fiscais de Santa Catarina e do Paraná. Eles atuam juntos na 9ª Região Fiscal da Receita Federal do Brasil.

O caso foi repassado à Delegacia da Polícia Federal, que será a responsável por investigar os responsáveis pelo crime.

Receita fez maior apreensão de cocaína da história de Itapoá, mas ninguém foi preso (Reprodução/RFB)

MAIOR APREENSÃO DE COCAÍNA DA HISTÓRIA DO PORTO

A apreensão de pouco mais de 1,4 tonelada de cocaína desta tarde é a maior da história do Porto de Itapoá. Conforme a Receita Federal, também é a maior de 2020 considerando todos os portos da 9ª RF (Paraná e Santa Catarina).

No ano passado, as maiores apreensões foram registradas em Paranaguá (2.200 kg, em janeiro) e em Itajaí (1.464,6 kg, em agosto).

Considerando todos os dados históricos de Paraná e Santa Catarina, a maior apreensão de cocaína aconteceu em 2009. Na ocasião, 3.778 kg da droga foram apreendidos no Porto de Paranaguá, no litoral paranaense.

(Visited 21 times, 1 visits today)

Close