0 Shares 305 Views

Ranking mundial de produção científica destaca UFPR em Agricultura

1 de julho de 2019
305 Views

 

Elaborado pela Universidade Nacional de Taiwan (NTU), o NTU Performance Ranking of Scientific Papers for World Universities, que mede o desempenho dos artigos científicos das universidades, destacou em sua edição de 2019 a produção científica da UFPR no campo de Agricultura. A UFPR ficou entre as 275 universidades do mundo em quantidade e qualidade de trabalhos científicos — foi avaliada a ciência em Agricultura produzida por 300 instituições. A classificação considera estatísticas de 2018 e foi divulgada no último dia 17.

Pela metodologia do ranking, o campo Agricultura envolve Ciências Agrárias e parte das Ciências Biológicas. A NTU levanta conceitos que avaliam produtividade, impacto e excelência da pesquisa desenvolvida em seis grandes campos de conhecimento (Agricultura, Engenharia, Ciências da Vida, Medicina, Ciências Naturais e Ciências Sociais), que por sua vez são divididos em 24 áreas.

Em relação à lista anterior, a produção científica em Agricultura da UFPR melhorou em três dos oito critérios apurados. O mais expressivo foi o que mede o número de artigos publicados nos últimos 11 anos (de 2008 a 2018), cujo conceito subiu de 62 para 63.2. O quesito faz parte dos que medem produtividade científica. Houve também aprimoramento em impacto de pesquisa, com notas mais altas no número de citações nos últimos 11 anos (de 47.6 para 48.3) e no número médio de citações no período (de 33.3 para 33.6).

O resultado coloca a pesquisa em Agricultura desenvolvida na UFPR à frente de universidades localizadas em dez países, entre os quais Israel, Estados Unidos, Alemanha, Finlândia, Espanha, Canadá e Reino Unido. Ainda considerando esse campo de conhecimento, a UFPR participa do NTU Ranking desde a edição de 2016, quando estreou em 293ª lugar.

Ciências Agrícolas
Na divisão estabelecida pelo NTU Ranking, o campo de Agricultura reúne três temas: Ciências Agrícolas, Meio Ambiente e Ecologia, e Ciências de Plantas e Animais. O ranking também analisa e classifica as universidades de acordo com cada um dos temas dos ramos de pesquisa. Dentro do campo, a UFPR foi avaliada em duas áreas: Ciências Agrícolas e Ciências de Plantas e Animais.

Na área de Ciências Agrícolas, a pesquisa desenvolvida na UFPR figura em 218º lugar entre 302 instituições avaliadas. Na comparação com a apuração anterior, a universidade evoluiu em cinco dos oito critérios relacionados a produtividade, impacto e excelência. O melhor desempenho foi em um critério que mede impacto científico, o de citações recentes (em 2017 e 2018), cujo conceito foi de 47.8 para 49.6.

A pesquisa em Ciências Agrícolas da UFPR ficou classificada à frente de universidades sediadas em 30 países. Alguns deles: Reino Unido, Espanha, Alemanha, Coreia do Sul, Estados Unidos, Finlândia, Chile, Israel, Itália, Holanda, Áustria, Canadá, França, Japão e Suécia.

A UFPR entrou no ranking da área em 2016, na 180ª posição. Apesar de queda desde então, em relação a 2016 a universidade melhorou índices de produtividade (número de publicações de 2008 a 2018 — de 60.1 para 62.9) e de impacto (citações em 11 anos — de 49.1 para 50.9; e em média de citações — de 33.5 para 35.3).

Segundo a NTU, a área abrange Economia Agrícola e Política, Engenharia Agrícola, Agricultura, Laticínios e Zootecnia, Agricultura Multidisciplinar, Agricultura, Ciência do Solo, Agronomia, Ciência e Tecnologia de Alimentos, Horticultura e Nutrição e Dietética.

Ciências de Plantas e Animais
Nessa área, a pesquisa da UFPR aparece no NTU Ranking 2019 em 143ª lugar entre 302 universidades. De acordo com a NTU, a área engloba Entomologia, Pesca, Silvicultura, Biologia Marinha e de Água Doce, Micologia, Ornitologia, Ciências Vegetais, Ciências Veterinárias e Zoologia.

Em relação à classificação de 2018, em que apareceu pela primeira vez, em 134º lugar, a UFPR cresceu em itens de impacto de pesquisa (citações em 11 anos — de 49 para 50; e média de citações — de 33.9 para 34); e de excelência (número de artigos publicados em periódicos de alto impacto entre 2017 e 2018 — de 45.7 para 46.7).

A UFPR é a quarta instituição brasileira mais bem posicionada na área, sendo precedida por Universidade de São Paulo (USP), Universidade do Estado de São Paulo (Unesp) e Universidade Federal de Viçosa (UFV).

Sobre o ranking
O NTU Ranking foi publicado pela primeira vez em 2007. Segundo a NTU, o sistema de classificação avalia o desempenho de artigos científicos, e os indicadores são projetados para comparar tanto a qualidade quanto a quantidade de artigos científicos em cada universidade. A intenção é examinar o desempenho de longo prazo e os esforços de pesquisa de curto prazo.

As pesquisas no campo de Agricultura de outras sete universidades brasileiras são citadas no NTU Ranking 2019. Todas são públicas: USP, Unesp, Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), UFV, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Consulte o NTU Ranking http://nturanking.lis.ntu.edu.tw/

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.