Escrito por 21:06 Assunto

Rafael Greca (DEM) pretende repetir a chapa com o vice-prefeito Eduardo Pimentel (PSDB)

O prefeito Rafael Greca (DEM) afirmou nesta quinta-feira (16) que pretende repetir na disputa pela reeleição em outubro a chapa vitoriosa de 2016 com o vice-prefeito Eduardo Pimentel (PSDB). Greca admitiu, porém, que a manutenção da aliança dependerá da viabilidade política e das articulações que ocorrerão até agosto, quando termina o prazo para as convenções partidárias que definirão coligações e candidaturas para as eleições deste ano.

“Todos os partidos vão defender as suas bandeiras e continuarei defendendo Curitiba. Em relação a Eduardo Pimentel, ele é o vice dos sonhos, mas é preciso ter viabilidade política. No meu coração, ele é meu vice-prefeito. Acho que a chapa fica igual”, afirmou o prefeito, em entrevista à rádio Banda B.

O PSDB paranaense – que vive uma crise desde que o ex-governador Beto Richa (PSDB) foi preso três veses acusado de corrupção em uma série de investigações do Ministério Público Federal e do Ministério Público estadual – tem sinalizado a intenção de manter o apoio a Greca, mas condiciona isso a permanência de Eduardo Pimentel na vice. Outros partidos, como o PP do deputado federal Ricardo Barros, devem disputar a vaga. A legenda teria a intenção de indicar a ex-governadora Cida Borghetti – esposa de Barros – ou a deputada estadual Maria Victória – filha do parlamentar, como vice na chapa do prefeito.

Além disso, o atual vice de Greca vem sendo assediado por outros partidos e candidatos para compor a chapa. Entre eles, o deputado federal e secretário de Estado da Justiça e Trabalho, Ney Leprevost (PSD), que em 2016 disputou o segundo turno com o atual prefeito e é apontado como um dos potenciais principais adversários de Greca em outubro. E o deputado estadual Felipe Francischini (PSL), que já confirmou publicamente ter convidado Pimentel para ser seu vice. “Já convidei. Ele está dependendo do sinal do PSDB e do Greca sobre se ele ainda vai estar na parceria”, disse Francischini.

Sapo
O prefeito também afirmou que gostaria de ter o apoio do governador Ratinho Júnior (PSD), cujo partido tem Leprevost como pré-candidato à prefeitura. “O governador tem as razões dele e do partido. Não posso ser antiético, mas se ele quiser nos apoiar será bem vindo”, disse ele.

Greca aproveitou ainda para anunciar que pretende levar a frente o processo de terceirização das creches municipais, como resposta às críticas da oposição. “Eu terceirizei e já estamos celebrando o convênio com 97 CMEIs, que somados aos 235 oficiais que temos, nos possibilitarão a criação de mais 50 mil novas vagas na educação infantil ao longo do ano letivo. Vou costurar a boca da oposição igual quando se costura a boca do sapo em macumba. Acabou o assunto: 50 mil novas vagas”, brincou o prefeito.

Close