por 16:20 Foz do Iguaçu, Itaipu Binacional

PTI promove treinamento de drones para Receita Federal

O Parque Tecnológico Itaipu (PTI-BR) está promovendo um treinamento de pilotagem de drones para agentes da Receita Federal (RFB), que ocorrerá no dia 12 de abril, na sede da RFB em Foz do Iguaçu. O curso faz parte de uma das ações estabelecidas no convênio do projeto Muralha Inteligente, firmado entre Itaipu Binacional, Receita Federal e PTI-BR, em dezembro de 2020.

O convênio tem o objetivo de implementar, pesquisar e desenvolver soluções tecnológicas inteligentes que auxiliem no combate ao contrabando, ao descaminho e ao tráfico de armas e drogas na tríplice fronteira (Brasil, Argentina e Paraguai).

Para Marcelo Mossi Vendramini, auditor-fiscal da Receita Federal do Brasil e coordenador do projeto neste órgão, “a capacitação e a habilitação de mais profissionais da RFB na operação de drones reforça a nossa capacidade de exercer o controle aduaneiro na jurisdição da Alfândega da Receita Federal em Foz do Iguaçu, ponto chave no controle de fronteiras para o Brasil”.

A capacitação que será realizada para a Receita Federal reforça a competência do PTI no tema de veículos aéreos não tripulados, já tendo realizado treinamentos para: policiais militares, policiais federais, civis; oficiais do Exército, Marinha e Aeronáutica.

Muralha Inteligente

Ao longo do projeto Muralha Inteligente estão previstas ações como: o apoio tático no monitoramento com a utilização de diversos modelos de drones; a instalação de câmeras de reconhecimento de placa de veículos em pontos estratégicos e também a implementação de aplicações de Inteligência Artificial para otimização dos trabalhos em campo dos agentes.

Para o diretor superintendente do Parque Tecnológico, general Eduardo Garrido, o Muralha Inteligente vai cooperar com as ações de combate ao crime organizado na fronteira.

“Além de fortalecer a segurança nacional, o convênio implementará novas tecnologias que permitirão maior agilidade e assertividade no combate aos crimes transfronteiriços, em especial no lago de Itaipu, ampliando a segurança e a proteção nessa região estratégica”, explicou.

Segundo o delegado da Alfândega da Receita Federal em Foz do Iguaçu, auditor-fiscal Paulo Sérgio Cordeiro Bini, “o Projeto Muralha Inteligente é estratégico para a Alfândega da Receita Federal em Foz do Iguaçu, não apenas pelas soluções tecnológicas que serão oportunizadas à nossa unidade, mas especialmente porque acreditamos que o sucesso deste modelo de atuação pode ser expandido para as demais unidades de fronteira da RFB”, disse.

Tríplice Fronteira

O coronel Francisco Ronald Rocha Fernandes, chefe da Assessoria de Informações da Itaipu Binacional, reforça que o projeto Muralha Inteligente está convergente com o Objetivo Estratégico 03 (OE3) da empresa: “Desenvolvimento sustentável na área de influência, consideradas as especificidades de cada país”.

“A evolução tecnológica atual proporciona melhores condições de atendimento às demandas dos diversos órgãos da administração pública. A Itaipu entende que a parceria estabelecida com a Receita Federal e a Fundação Parque Tecnológico Itaipu é essencial para o desenvolvimento socioeconômico regional e nacional”, explicou o coronel Ronald.

Fonte: Assessoria

Foto: divulgação

Fechar