por 09:58 Sem categoria

Proteção e promoção para a mulher

Proteção e promoção para a mulher

Pelo menos 600 mulheres são vítimas de agressão por mês em Curitiba. Em contrapartida, a Prefeitura de Curitiba oferece apenas 40 vagas em um único abrigo público para dar apoio e proteção a essas mulheres e seus filhos em toda a cidade. Como elas podem levar seus filhos e permanecer no local até três meses, o número de vagas oferecido pelo município se torna insignificante.

“Isso é um desrespeito à mulher, um desrespeito à lei e uma inconseqüência com a sociedade como um todo. A violência doméstica produz violência externa, pois a criança que cresce em um ambiente violento aprende o que vê e reproduz. Sem prestar assistência a essas mulheres e a seus filhos, vamos gerar mais problemas para o futuro. Em nossa administração vamos criar a Secretaria da Mulher para articular políticas públicas de proteção e promoção para elas”, diz a candidata à Prefeitura de Curitiba Gleisi Hoffmann, da coligação Curitiba Para Todos (PT/PSC/PRB/PHS/PMN/PTC).

Gleisi explica que a Secretaria da Mulher vai atuar de forma articulada com as demais secretarias municipais principalmente nas áreas da saúde, educação, segurança, trabalho e renda, habitação e assistência social. A secretaria vai elaborar projetos e diagnósticos sociais, acompanhar e controlar os convênios em execução e firmar convênios público-privados e com o terceiro setor.

A candidata também afirma que serão criados em cada Núcleo Regional, Centros de Referência de apoio às Mulheres, em especial, às em situação de violência e Casas-Abrigo. Dentro do Programa de Prevenção e Combate à Violência Doméstica e Sexual Gleisi vai implementar a Rede de Atendimento para prevenir e combater à violência contra mulheres; promover uma ação integrada com a Secretaria de Defesa Social, com os Centros de Referência e demais secretarias e com terceiro setor, e, capacitar profissionais para atender mulheres vítimas de violência;

Desde sua gestão como diretora financeira da Itaipu, Gleisi investe no cuidado à mulher. Em sua administração, ela afirma que a violência contra a mulher será tratada com políticas públicas efetivas. Segundo a candidata, a atual administração não garante mecanismos de proteção para esse tipo de agressão.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com