por 13:46 Sem categoria

Projeto Trilha Jovem é apresentado para coordenadores do turismo de Foz do Iguaçu

Projeto Trilha Jovem é apresentado para coordenadores do turismo de Foz do Iguaçu

O Projeto Trilha Jovem – Turismo e Responsabilidade Social foi apresentado, nesta quinta-feira (12), a coordenadores de equipes e empresários do setor de turismo de Foz do Iguaçu. A apresentação foi feita durante um café da manhã organizado pelos alunos do projeto no Parque Tecnológico Itaipu (PTI), e reuniu aproximadamente 60 diretores e funcionários do setor turístico.

O II Café Empresarial foi promovido pelo Instituto Polo Internacional Iguassu, em parceria com o Sindicato de Hotéis, Restaurantes e Bares de Foz do Iguaçu (Sindhotéis) e da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH). O objetivo era apresentar o Trilha Jovem para os participantes e, assim, promover parcerias e oportunidades de inserção profissional para os alunos do projeto.

O Projeto Trilha Jovem foi criado pelo Instituto de Hospitalidade, em Salvador – Bahia, com financiamento do Ministério do Turismo e de entidades internacionais. O projeto surgiu com a missão de capacitar jovens de baixa renda na atividade turística. Atualmente, o projeto é desenvolvido em quatro cidades: Belo Horizonte, Porto Alegre, Rio de Janeiro e Foz do Iguaçu, onde a execução local é realizada pelo Polo Iguassu, em parceria com o PTI e a Itaipu Binacional.

Faisal Saleh, presidente do Polo Iguassu e coordenador geral do Trilha Jovem, apresentou o programa aos empresários e apontou os seus principais objetivos. “O Trilha Jovem tem basicamente dois objetivos: primeiramente qualificar os jovens e, após isso, promover uma integração entre eles e as empresas”, afirmou.

A fundadora do Parque das Aves, Anna Sophia Croukamp, ressaltou a importância dos empresários no desenvolvimento desses jovens. “Acho interessante este tipo de programa social. É uma forma de nós empresários ajudarmos os adolescentes. Eles encontram muita dificuldade na busca de seu primeiro emprego”, disse ela. Atualmente, o Parque das Aves conta com um aluno formado pelo projeto, que, segundo Anna, é bastante elogiado pelo empenho demonstrado.

Mauro Sebastiany, da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), também marcou presença no evento e ressaltou que “a qualidade do serviço é o que mais deve ser levada em consideração, e que a visão dos jovens é importante para o futuro do setor turístico da cidade.”

Já o secretário de Turismo de Foz do Iguaçu, Felipe Gonzalez, afirmou que o poder público municipal sempre procurará apoiar esse tipo de iniciativa, e que espera que o empresariado ajude no processo, efetivando esses jovens em suas empresas. “Espero contar com o apoio e a colaboração das empresas, tanto na parte logística como em treinamentos, para que o programa atinja seu objetivo pleno”, disse o secretário.

A seriedade com que o projeto é tratado também foi lembrada por Fernando Valente, da Associação Brasileira de Agências de Viagens (ABAV). “O programa já é considerado referência, e este empenho demonstrado pelos organizadores nos deixa bastante motivados”, afirmou Fernando.

O presidente do Sindhotéis, Carlos Antônio da Silva, também lembrou que as empresas hoje requerem um atendimento especial e, nesse aspecto, o Trilha Jovem desempenha um papel muito importante. “O projeto está formando jovens qualificados para o mercado de trabalho”, considerou ele.

A turma de 2008 do Projeto Trilha Jovem Iguassu termina suas atividades teóricas e práticas presenciais no final deste mês de junho. A partir de julho as empresas já poderão contar com esses 112 jovens que estão se formando, por meio de contratos de estágio remunerado, para aqueles que estejam estudando o ensino médio, ou por meio de contratação via CLT. A equipe de vivência profissional do projeto também realiza um acompanhamento durante dos 2 primeiros meses de inserção para apoiar a empresa e o jovem nesse novo momento.

O projeto visa a inserção dos jovens nos seguinte setores de atividades: restaurantes, bares, hotéis, pousadas, lojas de conveniência, agências de turismo, empresas de transporte, setor de alimentação de colégios e faculdades e outros.
Desde o início do projeto, em 2006, 319 jovens já foram qualificados e cerca de 40% deles foram inseridos no mercado de trabalho.

Para que sua empresas possa ser uma parceira do Trilha Jovem em Foz do Iguaçu e contratar jovens qualificados basta entrar em contato com a equipe de vivência profissional no Instituto Polo Iguassu pelos telefones: 3520-5846 ou 3520-6976.

Fechar