por 20:42 Brasil

Procurador pede que TCU afaste Bolsonaro de combate ao Covid-19; Mourão seria substituto

O sub-procurador do Ministério Público, Lucas Furtado, pediu nesta sexta (19) que o Tribunal de Contas da União (TCU) afaste o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) das funções administrativas e hierárquicas sobre os ministérios da Saúde, da Economia e da Casa Civil.

Além de pedir o afastamento de Bolsonaro, Furtado pede que o vice-presidente Hamilton Mourão seja o responsável por nomear os comandantes das três pastas citadas

“Determinar cautelarmente o afastamento do presidente da República das funções e competências administrativas e hierárquicas relacionadas ao comando dos Ministérios da Saúde, da Fazenda, da Casa Civil e de outros eventualmente identificados como responsáveis pela inércia e omissão na execução das políticas públicas de saúde no combate à pandemia da Covid-19”, diz o pedido de Furtado ao TCU.

De acordo com o procurador, os cofres públicos sofrerão com prejuízos se a população não for atendida durante a pandemia. “É inaceitável que toda essa estrutura se mantenha, em razão de disputas e caprichos políticos, inerte diante do padecimento da população em consequência de fatores previsíveis e evitáveis”, afirma.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com