por 11:50 Internacional

Presidente do Senado volta a pedir que Brasil tenha preferência em receber vacinas do COVAX Facility

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), reforçou o pedido para a Organização das Nações Unidas (ONU) para que o Brasil receba prioridade do consórcio internacional COVAX Facility na entrega de vacinas conta a COVID-19.

Pacheco teve uma conversa telefônica com o secretário-geral da ONU, António Guterres, nesta segunda-feira (12) e expôs novamente a situação que o Brasil passa na pandemia do coronavírus. As informações foram publicadas pela Agência Senado.

No dia 1º de abril, Pacheco já tinha enviado um ofício ao secretário-geral solicitando apoio do organismo e de outros países para acelerar a vacinação contra a COVID-19 no Brasil.

​Nesta segunda-feira (12), o país registrou a pior média móvel de mortes por COVID-19. Só nas últimas 24 horas foram registrados 1.738 novos óbitos pela COVID-19 e 38.866 novos casos da doença.

O COVAX Facility é uma iniciativa liderada pela OMS, que une mais de 150 países, criada para impulsionar o desenvolvimento e a distribuição das vacinas contra a COVID-19.

A Aliança Global para Vacinas e Imunização (GAVI, na sigla em inglês) informou nesta segunda-feira (12) que o Brasil, Colômbia e México estão entre os países que receberão a vacina da Pfizer/BioNTech contra a COVID-19 no segundo trimestre de 2021 via a iniciativa da COVAX Facility.

com informações da Agência Sputink

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com