por 09:03 Sem categoria

Prefeituráveis abrem campanha nas rádios e TVs

Prefeituráveis abrem campanha nas rádios e TVs

A propaganda eleitoral gratuita esquenta a corrida eleitoral na fronteira e já provoca agitação no departamento jurídico de um partido

Rossana Schmitz

O horário eleitoral gratuito nas rádios e televisões, iniciado nesta terça-feira, 19, se estende até o dia 2 de outubro. Esse é o momento hora do eleitor avaliar os candidatos de sua cidade para que no dia 5 de outubro faça sua opção. Enquanto isso, os candidatos aos mandatos de prefeito e vereador vão aproveitar a exposição nos meios de comunicação social para tentar conquistar novos eleitores ou consolidar a vantagem sobre os demais. Ontem foi a vez dos que disputam a administração do Palácio das Cataratas de Foz do Iguaçu apresentar suas propostas.

Diferente de outras cidades, os prefeituráveis de Foz aproveitaram o primeiro dia de campanha para explanar suas propostas para a cidade em vez de uma apresentação pessoal. Normal, já que a maioria do eleitorado de Foz conhece seus candidatos: Paulo Mac Donald (PDT), que disputa a reeleição; Samis da Silva (PMDB), ex-prefeito em Foz; Dilto Vitorassi (PT),ex-vice-prefeito e deputado federal; Reni Pereira (PSB),deputado estadual; o médico e ex-secretário municipal José Elias Aiex (PSOL) e o professor Anderson Marcos Chichoski (PSDC).

O atual prefeito e candidato a reeleição, Paulo Mac Donald, abriu a propaganda eleitoral fazendo um balanço de sua administração, além de apresentar parte de suas novas propostas. Ele também utilizou como ‘cabos eleitorais’ as imagens dos petistas: do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do diretor-geral brasileiro da Itaipu, Jorge Samek, da ex-prefeita de São Paulo e ex-ministra Marta Suplicy, além do governador do Paraná, Roberto Requião, do PMDB. O fato não é surpresa para os políticos experientes, mas mexeu com o departamento jurídico do PT.

Para o candidato petista Dilto Vitorassi, a utilização da imagem de Lula é a prova do bom relacionamento do governo federal com as mais de 5 mil cidades do país, mostrando que o PT ‘nunca faltou à luta e investiu em peso em Foz. A imagem de Lula só enaltece o partido’- fato que se comprova, porque o programa de Vitorassi também explorou as conquistas do governo, em nível local. Entretanto, o candidato confessa que o departamento jurídico da campanha está estudando a legalidade do uso da imagem dos petistas. ‘Se tivermos que ingressar com uma ação, vamos fazer”. Ele ainda destaca: “Acho que o Leonel Brizola –fundador do PDT, já morto- está se removendo…”

Para o coordenador da campanha do PMDB de Samis, Airton José, a utilização da imagem de Requião é a de um homem público, pois “ele é o governador do Estado”. Ele diz que vê a veiculação como uma posição positiva, pois o governo está fazendo bem para Foz. Mas, admite que está de olhos atentos, pois qualquer deslize que coloque em dúvida ou induza a favorecimento será ‘inaceitável’.

O programa de Samis apresentou as diferenças de propostas da coligação e da atual gestão e também explorou a imagem de Requião como um grande aliado.

O candidato Reni aproveitou seu tempo para explanar sobre as necessidades de emprego e desenvolvimento do Pólo Tecnológico na cidade- lei conquistada por ele, mas pouco ou nada explorada até então.

Por sua vez, o candidato Aiex, abriu seu programa apresentando seu perfil, além de projetos para cidade. Ele disse que vai buscar como ‘cabo eleitoral’ o depoimento da senadora, ex-ministra e presidente nacional do PSol, Heloisa Helena.

O sexto candidato na disputa, Anderson Chichoski, fez uma pequena autobiografia acompanhada de propostas. A reportagem destaca que sua candidatura foi homologada há poucos dias, após a renúncia de Prestes.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com